Há 38 dias sem chuva, Maringá alcança menor índice histórico de umidade do ar. Médica dá dicas para cuidar da pele, lábios e cabelos

Por: - 20 de julho de 2018
Umidade relativa do ar vai ficar baixa e é preciso consumir bastante água / Divulgação

Maringá está há 38 dias sem chuvas expressivas e, com isso, nas últimas semanas a média da umidade relativa do ar está em 48,9%, quando o ideal é entre 50% e 60%. Em algumas tardes, chega a períodos com apenas 27,9%. É a mais baixa da série histórica do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), iniciado em 1999.

Além disso, a probabilidade de chuviscos nesta sexta-feira (20/7), que já era baixa, está descartada. Na semana que vem, no entanto, a cidade deverá ter chuva. Mas até lá, o impacto do tempo seco no corpo humano requer cuidados. O primeiro deles é ingerir muita água para manter o corpo hidratado, como indica a nutricionista Cláudia Coimbra.

A função da água é auxiliar nos processos fisiológicos, como digestão, excreção e absorção, além de regular a temperatura do corpo. “Muita gente não gosta de beber água, por isso a tática que aconselho é aromatizar com frutas e ervas como laranja, limão, hortelã e alecrim. É uma boa opção para aumentar o sabor”, sugere Claudia Coimbra.

Outra dica de Cláudia para quem não é fã de água é comer frutas bem hidratadas: “Distribuir alimentos como chuchu, rabanete, cenoura, tomate e pepino em refeições como almoço e jantar, e frutas nos lanches intermediários, é uma boa tática para manter a hidratação, uma vez que esses alimentos possuem uma quantidade abundante de água e nutrientes”.

Dermatologista dá dicas para cuidar da pele

A pele acaba sendo um dos órgãos mais afetadas com a seca, por sua função de proteção contra agressões externas, como fungos, bactérias, agentes químicos e físicos e é a principal barreira contra o sol. Com a chegada do clima seco, ela fica mais vulnerável, descamando e favorecendo o aparecimento de coceiras. Por isso, é preciso protegê-la.

“O primeiro passo é a limpeza da pele. Lavar o rosto duas vezes ao dia com água em temperatura natural é essencial. É importante fazer isso com produtos de limpeza que não agridam a pele e que tenham o ph semelhante, que gira entre 5,4 a 5,9”, explica a médica dermatologista Cláudia Langhi Sandri.

Acrescenta que, após a limpeza, deve-se passar hidratante e protetor solar duas vezes ao dia com fator de proteção mínima de 30. Segundo a dermatologista, para evitar mais problemas com a pele o ideal é tomar apenas um banho por dia e passar hidratante no corpo todo, de preferência, ainda no banheiro após o banho.

Para cuidar dos lábios e cabelos, que também se ressecam, a dermatologista Cláudia Sandri sugere usar hidratante labial frequentemente e evitar lavar o cabelo com água muito quente.

Chuva só na próxima quarta-feira, diz Simepar

A previsão disponibilizada pelo Simepar no início da semana mudou. Agora, segundo o meteorologista Fernando Mendes, a chuva deve chegar timidamente a Maringá na próxima quarta-feira (25), quando são esperados 9 mm. Nos dias 29 e 30, com a chegada de uma frente fria, as precipitações tendem a ser maiores.

Fernando Mendes lembra que essa época do ano costuma ser seca: “Os ventos estão saindo pelo oceano. A gente está em um padrão que predomina uma massa de ar mais seco e não favorece a aproximação das frentes. Lá para o dia 29 de julho, esse padrão deve ser rompido com a chegada de uma frente fria mais continental e trazer chuva”.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.