Duas empresas começam a recapear 42 km de asfalto em 70 ruas e avenidas de Maringá. Saiba quais endereços foram incluídos nos contratos

Por: - 19 de junho de 2018
Recape no bairro Parque Residencial Tuiuti

A Weiller Construção Civil Ltda e a Extracon Mineração e Obras Ltda foram contratadas pela Prefeitura de Maringá para fazer o recapeamento de 70 ruas e avenidas de Maringá. As vias foram selecionadas pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Semusp) e o trabalho foi dividido em dois lotes.

O segundo e maior lote será executado pela Weiller, que vai receber R$ 4,6 milhões pelas obras. A Extracon foi contratada por R$ 3,3 milhões. No total, serão recapeados 42,2 km de ruas e avenidas em mais de 20 bairros de Maringá.

Os recursos foram obtidos em convênio firmado pela prefeitura com o Governo do Paraná em dezembro de 2017. No total, existe a previsão de investimento de R$ 8,6 milhões.

O recapeamento foi iniciado pelo Parque Residencial Tuiuti. Serão utilizados mais de 6,5 mil toneladas de concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) para uma área de 11.550 m². O bairro foi escolhido por conta do grande número de reclamações dos moradores.

“Recebemos pedidos pelo 156, ofícios com requerimentos da Câmara Municipal e queixas de contribuintes pelas redes sociais. Analisamos o grau de precariedade de cada local e, por fim, fizemos a seleção”, explica gerente de recapeamento, Alexandre Guinoza.

“O critério para a escolha das vias é extremamente técnico. Procuramos avaliar pessoalmente cada solicitação dos munícipes afim de garantir que aqueles locais que mais precisam tenham o atendimento prioritário”, diz o secretário de Serviços Públicos, Vagner de Oliveira.

As 70 ruas e avenidas que vão ser recapeadas

À espera de recursos para o recape do Contorno Sul

Além das 70 vias, a Prefeitura de Maringá fechou convênio com o Governo do Paraná para o recapeamento do Anel Viário Prefeito Sincler Sambatti, o Contorno Sul. “Os 12 km do contorno precisam ser recapeados. Em alguns trechos será necessário, inclusive, mexer na base do asfalto porque não existe escoamento de água adequado”, explica o secretário de Serviços Públicos, Vagner de Oliveira.

Segundo informações do município, a área total deve chegar a 164.720 mil m² e serão necessárias 20 mil toneladas de CBUQ. O recurso previsto na obra é de R$ 13 milhões. A administração municipal aguarda a liberação do dinheiro para abrir a licitação.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.