UEM abre inscrições para o Vestibular de Inverno de 2018. São 1.492 vagas para o concurso que terá provas em julho

Por: - 6 de abril de 2018
Calouros participam de aula inaugural na UEM / ASC/UEM

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) abre as inscrições para o Vestibular de Inverno de 2018 na segunda-feira (9/4). Há um total de 1.492 vagas, com 20% (287) reservadas para o sistema de cotas sociais da universidade.

A UEM oferece quase 70 cursos de graduação nos campi de Maringá, Umuarama, Cianorte, Cidade Gaúcha, Goioerê e Ivaiporã. Neste edital é possível ver quais cursos e vagas são oferecidas em cada cidade.

As inscrições devem ser feitas diretamente pela internet, na página oficial do vestibular da UEM. O prazo de inscrições segue aberto até o dia 9 de maio.

Para o Vestibular de Inverno de 2018 a taxa de inscrição será de R$ 150.

Segundo a Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU), candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), membros de famílias de baixa renda, com ganhos até meio salário mínimo por pessoa ou com renda familiar de até três salários mínimos mensais, podem solicitar a isenção da taxa de inscrição. Este pedido precisa ser feito entre os dias 10 e 18 de abril.

No dia 25 de maio, a CVU irá divulgar a homologação das inscrições e os locais de provas serão divulgados no dia 22 de junho. O concurso será realizado entre os dias 22 e 24 de julho. Os aprovados serão conhecidos no dia 30 de agosto.

Saiba mais sobre as cotas do Vestibular de Inverno

Para se inscrever no sistema de cotas do Vestibular de Inverno, o candidato precisa ter cursado todas as séries do Ensino Fundamental e do Ensino Médio em escola da rede pública.

O vestibulando não pode ser portador de diploma de curso superior. A família do candidato também não pode ter renda bruta mensal per capita da família com valor acima de um salário mínimo e meio.

Outra restrição é que o grupo familiar do pretendente não tenha bens patrimoniais que ultrapassem o limite de 30% do valor monetário estabelecido pela Receita Federal do Brasil para a obrigatoriedade da entrega do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF).

Além disso, as despesas básicas familiares mensais precisam ser compatíveis com a renda declarada.

A UEM destaca que se o candidato tiver cursado o Ensino Fundamental ou Médio em escola particular, filantrópica ou confessional, mesmo que na condição de bolsista, não tem direito a concorrer à vaga no sistema de cotas.

Saiba mais sobre as provas do Vestibular de Inverno

O Vestibular de Inverno de 2018 terá três provas. A primeira é composta por 40 questões objetivas e incluem matérias de Arte, Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Matemática, Química e Sociologia. O conteúdo é o mesmo para todos os candidatos, independente do curso pretendido.

A segunda prova tem a Redação, além de dez questões objetivas de Língua Portuguesa, cinco de Literatura e cinco de Língua Estrangeira. O conteúdo da prova é o mesmo para todos os candidatos, com exceção da prova de Língua Estrangeira, em que o conteúdo varia de acordo com a opção: Espanhol, Francês ou Inglês.

A Redação vale de 0 a 120 pontos. O candidato, para não ser desligado do concurso, precisa obter uma nota mínima de 24 pontos.

A terceira prova compreende conteúdos específicos de duas matérias definidas pelos Conselhos Acadêmicos dos Cursos de Graduação. A prova tem 40 questões objetivas, vinte de cada matéria. As disciplinas escolhidas por cada curso podem ser vistas aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.