Aulas na UEM começam nesta segunda com performance de baterias das atléticas. Trote solidário terá premiação em dinheiro para os estudantes

Por: - 11 de março de 2018
Bateria Epidemia, uma das quinze baterias das atléticas que irão participar da recepção aos calouros da UEM / Facebook Epidemia

O ano letivo na Universidade Estadual de Maringá (UEM) começa nesta segunda-feira (12/3). O início das aulas para os cerca de 20 mil estudantes será marcado por atividades para a recepção dos calouros. A partir das 8h30 desta segunda, no Palco Livre, ao lado do Restaurante Universitário (RU), a recepção terá uma performance de ritmistas das baterias das atléticas. A mesma ação se repete para os alunos dos cursos noturnos, às 19h30.

As baterias participantes são: Bateria Badelirio (Atlética XI de Setembro), Bateria Epidemia (Atlética Engenharia e Arquitetura), Bateria Galo Terror (Atlética Direito), Lobateria (Atlética Farmácia e Odontologia), Bateria Exateria (Atlética Exatas), Bateria Vaca Louca (Atlética Psicologia), Bateria Biotucada (Atlética Biológicas) e Bateria Fúria (Atlética Educação Física).

A iniciativa é inédita e foi idealizada para criar clima de alegria para a Calourada 2018Após a recepção, cada curso terá ações específicas no primeiro dia de aulas. Outra novidade na programação de 2018 é a premiação em dinheiro para os cursos que criaram as melhores iniciativas de trote solidário.

Trote solidário renderá premiação em dinheiro

O diretor de Graduação John Kennedy Pereira de Castro também reforça que a Semana de Integração tem como objetivo coibir todas as formas de violência e descriminação, que são comuns nos trotes vexatórios.

Tradicionalmente há uma concurso para premiar as iniciativas mais expressivas. Neste ano, uma comissão julgadora irá eleger os cinco melhores trotes solidários, que receberão uma premiação em dinheiro. O curso que ficar em primeiro lugar ganhará R$ 1,5 mil. O segundo recebe R$ 1 mil, o terceiro R$ 700, o quarto R$ 500 e o quinto R$ 300.

“É uma forma de incentivar a prática”, atesta a pró-reitora de Ensino, Ana Obara. Ela lembra que as atividades deverão ser desenvolvidas durante o primeiro mês de aula. Ainda segundo a pró-reitora, é necessário que cada atividade seja devidamente registrada.

O edital com as regras de participação no concurso está disponível no site da Calourada 2018. Na página tem toda a programação do evento.

Calouros terão programação especial até 23 de março

A Calourada 2018 segue até o dia 23 de março com uma programação que inclui apresentações culturais e várias oficinas como artes visuais, danças populares, Libras e Braile, entre outras. Também haverá vivencias corporais, rodas de conversa e palestras sobre diferentes temáticas. Os calouros ainda terão à disposição um serviço gratuito de testagem rápida de DST`s e a Feira de Economia Solidária.

O curso de Serviço Social programou uma arrecadação de materiais de limpeza que serão doados para um asilo da cidade. Ticiane Oliveira, veterana do curso, defende o trote solidário “como uma atividade saudável que além servir como comemoração da entrada no curso superior é uma prática que também beneficia a sociedade”.

Segundo os organizadores, a programação foi pensada de uma maneira que diferentes ações desenvolvidas na UEM tivessem representatividade. “O intuito é envolver e sensibilizar os novos alunos e veteranos para o compromisso coletivo de integração e respeito ao outro”, explica o diretor de graduação, John Kennedy Pereira de Castro.

Ele também destaca que todas as atividades da Calourada 2018 são gratuitas e abertas à comunidade interna e externa da UEM. As vagas para as oficinas, palestras e apresentações culturais serão destinadas, preferencialmente, aos calouros.

Mas se houver sobra de vagas, as inscrições são abertas para os demais estudantes e a comunidade acadêmica em geral.

Veja os principais eventos da primeira semana

Na terça-feira (13/3), o curso Educação Física fará uma oficina de dança aberta a todos os estudantes, das 19h30 às 21h30, no Ginásio Sapecadão. O organizador, professor Anselmo Alexandre Mendes, adianta que será uma oficina recreativa, com um toque de dança de salão. “Todos vão conseguir participar”, afirma.

Para a quarta-feira (14/3) haverá palestras sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis e  Assédio Moral Sexual, com as professoras Isadora Vier e Gisele Mendes de Carvalho, a partir das 19h30.

Na noite de quinta, os calouros poderão acompanhar uma apresentação da Reitoria, das Pró-Reitorias e do Diretório Central dos Estudantes (DCE), além de prestigiar uma apresentação do quinteto da Orquestra de Câmara da UEM.

No último dia do evento, sexta-feira (16/3), as atividades serão promovidas pelos centros acadêmicos. “Nossa proposta é sortear livros, apresentar alguns conteúdos sobre o campus e oferecer suporte para que os calouros se sintam envolvidos com a Universidade”, explica Lucas dos Santos, membro do Centro Acadêmico de História.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.