Corredor da Avenida Morangueira, anunciado em março de 2013, começa a operar na segunda, mas obras na Kakogawa continuam. Saiba o que muda no transporte coletivo para a região

Por: - 3 de março de 2018
Corredor da Avenida Morangueira começa a operar nesta segunda / Cary Bertazzoni - Prefeitura de Maringá

O financiamento da Caixa Econômica Federal para a obra do corredor da Avenida Morangueira foi aprovado em março de 2013. Foi quando o projeto teve o parecer favorável do Ministério das Cidades para ser incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade Urbana, batizado de Pró-Transportes. Além da Morangueira, a Caixa financiou ao município o corredor da Avenida Kakogawa e o Terminal Intermodal.

A previsão inicial era ter tudo em funcionamento até o final de 2016, mas só agora que a primeira etapa é liberada. Houve vários atrasos nos projetos executivos das obras e a revitalização nas avenidas só começou em 2016. No início da gestão Ulisses Maia, em janeiro de 2017, o projeto recebeu várias críticas e houve ajustes. Agora, o corredor da Avenida Morangueira começa a funcionar nesta segunda-feira (5/3).

Dos três terminais de integração do projeto, apenas o Terminal de Integração da Praça Ouro Preto entra em funcionamento. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), os terminais de integração das praças Emílio Farjado Espejo e Megumu Tanaka também estão concluídos, mas o funcionamento depende de readequações na Avenida Kagogawa, o que deve ser concluído nas próximas semanas.

Com uma pista exclusiva para os ônibus, a expectativa é que o tempo de deslocamento no transporte coletivo seja reduzido. Condutores de carros e motos precisam ficar atentos à mudança. Quem for flagrado na faixa exclusiva do transporte coletivo pode ser autuado com infração gravíssima. São sete pontos na carteira e multa de R$ 293,47.

Os pedestres também precisam ficar atentos à sinalização e, principalmente, a travessia da Avenida Morangueira. Há vários pontos de ônibus instalados no meio da via e o acesso ao terminal de integração, também depende da travessia da pista no entroncamento das avenidas Morangueira e Alexandre Rasgulaeff.

O terminal terá áreas de embarque e desembarque nos dois sentidos da via. Nos primeiros dias da implantação, boa parte dos agentes de trânsito irá orientar pedestres e condutores sobre as mudança. A Semob irá fazer uma avaliação da operação e não descarta adequações nas próximas semanas.

Linhas não incluídas no corredor da Avenida Morangueira

A Secretaria de Mobilidade Urbana divulgou que, devido à nova configuração do corredor da Avenida Morangueira, as linhas 020, 177 e 512 não passarão pelas plataformas centrais no sentido centro/bairro. A Rua Santo Antônio terá ponto de embarque na esquina com a Avenida Morangueira.

As linhas 011 e 138 no sentido centro/bairro não passarão pelas plataformas centrais da Rua Corypheu de Azevedo Marques. Os passageiros terão de se deslocar até o ponto de embarque na Rua Francisco Helebland (esquina com a Avenida Morangueira).

As linhas 021, 177 Eb, 179, 204, 205 e 512 Eb, não atenderão mais na Rua 10 de Maio, no sentido bairro/centro. Além destes ajustes, a Semob informou que a operação dos corredores não alterará linhas e tabelas de horários.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.