Morre em Maringá, aos 84 anos, o fundador do Sivamar, comerciante e advogado Luiz Julio Bertin

Por: - 2 de março de 2018
Fundador do Sivamar, Luiz Julio Bertin, presidiu por 23 anos a entidade / Foto: Reprodução

Morreu, na manhã desta sexta-feira (1/3), aos 84 anos, o fundador do Sindicado dos Lojistas do Comércio Varejista e Atacadista de Maringá e Região (Sivamar), Luiz Julio Bertin, que presidiu a entidade da data de fundação, em 1974, até 1997.

Comerciante aposentado, advogado e militante, Bertin foi também presidente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá na gestão 1974-1975.

Nascido em Joaçaba, Santa Catarina, Luiz Júlio Bertin mudou-se com os pais para Cornélio Procópio, onde a família instalou uma casa comercial. Em menos de um ano resolveram se mudar para Londrina, onde, em 1957, a família inaugurou a Decorações Bertin.

Dez anos depois, devido ao grande número de clientes no Mato Grosso e até mesmo do Paraguai, os Bertin inauguraram uma filial em Maringá, na Rua Santos Dumont. Luiz Júlio Bertin ficou responsável pelo novo empreendimento.

A iniciativa de criação do Sivamar partiu de Bertin, que na época contou com o apoio de 35 empresários do comércio de Maringá.

Em 4 de dezembro de 1973 o grupo reuniu-se na sede da Associação Comercial de Maringá para a realização da Assembleia Geral para a fundação da Associação dos Lojistas do Comércio e do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios, de Maquinismos, Ferragens e Tintas, de Materiais Elétricos e Eletrodomésticos de Maringá.

Foi o primeiro passo para o surgimento do sindicato, o que aconteceria dois anos depois, em 25 de junho de 1976.

Entre as inúmeras realizações em seus 23 anos à frente do Sivamar está a aquisição da sede própria da entidade, no Edifício Palácio do Comércio, local onde o sindicato funciona até hoje.

O corpo será velado a partir das 20 horas, na capela do Prever situada no Cemitério Parque de Maringá. E cremado as 11 horas do sábado (3/3), no Angelus Crematório.

 

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.