Sepultamento do ex-prefeito de Paiçandu, Anísio Monteschio, será em Maringá, nesta terça-feira, às 18h30

Por: - 6 de fevereiro de 2018
Anísio Monteschio e a esposa, Evani da Veiga Monteschio, na festa de aniversário de 80 anos, no dia 24 de outubro de 2015

O corpo do cartorário, ex-vereador e ex-prefeito de Paiçandu, Anísio Monteschio, está sendo velado na capela do Prever daquela cidade, desde às 8 horas desta terça-feira (6/2), e será sepultado às 18h30, no Cemitério Municipal de Maringá. Ele faleceu às 22h30 de segunda-feira, aos 82 anos, no Hospital Santa Rita, onde estava internado.

O Dr. Anísio, como era chamado, deixa esposa, Evani da Veiga Monteschio, com quem viveu por mais de 50 anos, e três filhos e netos. Um dos filhos, Horácio, advogado como o pai e nascido em Maringá, foi secretário municipal de Curitiba (2011 a 2012) e secretário do Paraná (2014).

Dr. Anísio, que esteve à frente da Prefeitura de Paiçandu por 11 anos, o mais longínquo da história do município, é o único prefeito reeleito da cidade que não foi cassado. Ele chegou por lá nos anos de 1960, montou o Cartório Monteschio, logo se tornou popular e foi eleito vereador e, na sequência, prefeito.

Seu filho mais velho, Anísio Júnior, que atualmente responde pelo cartório, também foi vereador em Paiçandu por três mandatos e Henrique é dentista na cidade. Os Monteschio formam uma das famílias mais tradicionais de Paiçandu. Dr. Anísio, cujos pais são imigrantes italianos, era o caçula de 11 filhos.

Quando ele chegou em Paiçandu, na época Paissandu, o município ainda era distrito de Maringá – só foi criado em 25 de julho de 1960. No ano seguinte, em janeiro de 1961, foi criado o Cartório de Registro Civil e Tabelionato, tendo como titular vitalício o tabelião Anísio Monteschio.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.