Frota operacional da TCCC já tem WiFi à bordo e até sexta-feira os ônibus reservas também terão internet grátis

A estudante Esteffany Ledur usa WiFi da TCCC pela primeira vez enquanto vai a faculdade / Foto: Murillo Saldanha

Todos os ônibus da frota operacional da Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) já estão circulando com internet gratuita à bordo. O diretor-geral da concessionária do transporte coletivo de Maringá, Roberto Jacomelli, disse que apenas os ônibus reservas ainda não têm WiFi.

“Estamos aguardando alguns modens chagarem em Maringá, mas a previsão é que até sexta-feira já estejam todos funcionando”, afirmou. Segundo Jacomelli, o serviço oferecido é uma “internet comum”. A empresa utiliza um cartão de dados da operadora Tim, com velocidade 4G.

Ele informou que de 40 a 45 pessoas podem estar conectadas simultaneamente, mas que estão sendo feitas avaliações diárias no sistema. “Nós tivemos nos primeiros dias cerca de 10 mil acessos, mas vamos divulgar mais para os nossos usuários. Acreditamos que o número pode ser bem maior do que isso.”

De acordo com Jacomelli, foram investidos R$ 200 mil em equipamentos, além de R$ 30 mil que devem ser gastos mensalmente para a manutenção do sistema. Ele disse que os custos não serão repassados no preço da passagem: “É o que nós acertamos com a administração pública, que não terá repasse na tarifa”.

Jacomelli informou que o próximo passo é a instalação de câmeras de segurança em todos os ônibus até o final de fevereiro de 2018. “A gente acredita que isso pode trazer mais confiabilidade e segurança para os usuários, além da inovação”, disse.

O diretor da TCCC também informou que seis ônibus novos devem chegar em janeiro, com ar-condicionado e um novo layout proposto pela prefeitura.

“Os novos veículos, com ar-condicionado, têm um gasto maior de combustível e necessita de mais investimos. É importante que tenhamos a oportunidade de avaliar junto a prefeitura”, ponderou.

Para Jacomelli é “impossível” a instalação de ar-condicionado na frota atual do transporte coletivo, conforme o prefeito Ulisses Maia disse, durante o último “Bate Papo com o Prefeito” na sexta-feira (1/12), ter exigido da empresa.

“Os ônibus atuais não foram preparados para essa finalidade, os custos não justificam”, afirmou Jacomeli.

Passageiros já começaram a utilizar o WiFi

As estudantes Laís Rodrigues, 18, e Esteffany Ledur, 25, estavam indo para a faculdade e aproveitavam o tempo livre nos últimos bancos do ônibus para utilizar pela primeira vez o WiFi gratuito.

“É, as vezes dá uma travadinha, mas tá funcionando, dá para ver tudo”, brincou Laís. As universitárias acreditam que a iniciativa da TCCC em disponibilizar o WiFi “é mais que a obrigação deles”.

Quando o assunto são outras melhorias no transporte coletivo de Maringá as duas são enfáticas: “O ar-condicionado, se não a gente vai morrer assada aqui”.

O construtor civil Nilson Rodrigues da Silva, 37, não utilizava o transporte coletivo com frequência, mas depois que ficou sem carro teve que começar a andar de ônibus.

Ele disse que já tinha percebido a internet gratuita nos ônibus, mas que o preço da passagem ainda é alto pelas condições que são oferecidas.

“Isso aí para nós não faz diferença, o que faz diferença é o preço. O que adianta ter WiFi e pagar um absurdo? O  WiFi é só pra tapear, pra dizer que faz alguma coisa”, criticou Rodrigues.

Dulcineia Aparecida Henrique, estudante, 35, diz que utiliza o transporte coletivo com frequência para ir à faculdade e trabalhar e que ainda não tinha percebido a internet nas linhas de ônibus que utiliza.

“Olha, se realmente funcionar, vai ser muito bom, mas a maioria dos ônibus que eu pego ainda não percebi se tem”, disse Dulcineia referindo-se ao WiFi.

A secretária Sandra Cristina Pianta, 38, já tinha percebido a internet nos ônibus que utiliza todos os dias para trabalhar .”De duas semanas para cá eu percebi por que pediu pra eu conectar, daí eu vi que tinha a opção”,afirma.

Para ela, que não está sempre com crédito no celular, a iniciativa da empresa é positiva em meio a tantos outros problemas enfrentados por quem utiliza o transporte coletivo em Maringá.

“Melhor isso do que nada, já é um começo”, opina Sandra.

Newsletter Briefing

Receba por email as principais notícias de política e negócios de Maringá, com opinião e personalidade de nossos jornalistas. Grátis e sem spam

Envie sua denúncia anonimamente

Você tem alguma evidência de corrupção, crime ou algo errado?
A nossa próxima matéria investigativa depende da sua ajuda.

Saiba mais

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

RIGON