Meio Ambiente libera recursos para castrações; feira incentiva adoção de animais neste sábado

Por: - 24 de novembro de 2017
Castrações de cães e gatos programadas para o fim de agosto em Maringá e região vão ser reagendadas / Divulgação PMM

A Prefeitura de Maringá anunciou nesta sexta-feira (24/11) a liberação de R$ 390 mil para a realização de 3 mil castrações de cães e gatos por clínicas veterinárias credenciadas. A medida auxilia no trabalho das ONGs de proteção aos animais e ajuda a evitar o aumento populacional de animais de rua.

O diretor do Bem-Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Marco Antonio Azevedo, explica que as castrações são destinadas preferencialmente para famílias de baixa renda e a organizações de protetores de animais. Ele também informou que a administração municipal irá adquirir, em breve, um castramóvel.

“Conhecemos a experiência do castramóvel em Campinas que é uma referência para fazer da melhor forma a intensificação das castrações. Também está em fase final a elaboração da licitação para compra de medicamentos, instrumentos cirúrgicos e demais equipamentos para a criação de centro cirúrgico de animais”, afirmou.

A intensificação nas castrações previne doenças do aparelho reprodutivo de machos e fêmeas e pode aumentar a expectativa de vida dos animais. O trabalho passou a fazer parte de uma política municipal de defesa dos animais, o que inclui a fiscalização e autuação em casos de maus-tratos e a realização de feiras de adoção.

Ambiente promove feira no Shopping Avenida Center

Neste sábado (25/11), das 11 horas às 16 horas, terá a 2ª Feira de Adoção promovida pela Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal. Será no Shopping Avenida Center.

O trabalho será realizado em parceria com as ONGs de proteção aos animais. A diretoria de Bem-Estar Animal promete realizar mensalmente os eventos desta natureza.

O diretor de Meio Ambiente, Marco Antônio Lopes de Azevedo, explica que todos os animais disponíveis para adoção estarão vacinados.

“Os animais ainda terão direito a uma castração gratuita fornecida pelo município”, afirma. As pessoas que adotarem um animal terão de preencher um ′termo de responsabilidade′.

O documento estabelece responsabilidades a quem adota. Será preciso assumir o compromisso de “proporcionar boas condições de alojamento e alimentação ao animal, assim como, espaço físico que possibilite o animal se exercitar”.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.