Prefeitura vai adquirir 44,3 mil lâmpadas e faz aditivos em contrato da administração passada para compra de ar condicionado

Por: - 3 de novembro de 2017

A Prefeitura de Maringá pretende comprar 44,3 mil lâmpadas, 15 mil relês e 11 reatores eletrônicos por R$ 1,3 milhão, conforme licitação homologada pelo prefeito Ulisses Maia no dia 31 do mês passado.

A ata do pregão presencial foi publicada no último Órgão Oficial do Município, dia 1 de novembro, e as compras poderão ser feitas dentro de um ano, conforme determina a licitação.

São inúmeros tipos de lâmpadas, como a vapor de sódio, metálica, compacta e outras, com 110 volts e 220 volts e potências variadas, que vão atender as necessidades das secretarias e órgãos vinculados ao município.

A empresa que venceu os dois lotes de maior valor, que se referem aos relês fotoelétricos, é a Amauri Vicente dos Anjos – Materiais Elétricos, com sede em Sarandi, que ofertou R$ 546 mil.

As duas empresas que vão fornecer o maior número de lâmpadas para a prefeitura são a Celena Participações e Serviços em Marketing S.A, com sede em São Paulo, e a M.P. Ramalho Equipamentos, de Maringá.

A Celena venceu três itens do lote 2 e vai fornecer 18.750 lâmpadas, por R$ 314,4 mil. E a M.P. Ramalho 10.870 lâmpadas por R$ 149 mil. Já Elétrica Luz Comercial de Materiais Elétricos, de Goiânia, deve vender até 5.250 lâmpadas por R$ 147 mil.

Aditivos à licitação feita pela administração passada

O Órgão Oficial do Município também publicou quatro aditivos à licitação de compra de aparelhos de ar condicionado e prestação de serviços relativos à instalação realizada pela administração do prefeito Carlos Roberto Pupin, em outubro de 2016.

Os aditivos são para a aquisição de 18 aparelhos de ar condicionado, todos split, com btu’s que variam de 12 mil a 36 mil. Um de 12 mil btu’s sairá por R$ 1.936,00, mais R$ 430 de serviços de instalação e dois de 18 mil custarão R$ 3,55 mil (R$ 1.775,00 cada), mais R$ 1.056,24 de serviços.

Os aditivos contemplam cinco empresas. A que mais vai faturar é a LG de Souza Barsaglia – EPP, de Maringá, que vai vender 8 aparelhos de ar condicionado de 36 mil btu’s por R$ 38 mil  e dois de 18 mil btu’s por R$ 3,55 mil. No total, com os serviços deverá receber R$ 47,4 mil.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.