Agência do Trabalhador inicia a semana com 105 vagas. A maioria das pessoas contratadas em setembro tem de 18 a 24 anos

Por: - 23 de outubro de 2017
Agência do Trabalhador de Maringá estava cheia na manhã desta segunda-feira (Imagem/Murillo Saldanha)

A Agência do Trabalhador de Maringá inicia esta semana (23 a 28/10) com 105 vagas de emprego – 42 são para pessoas com deficiência.

Os setores que mais estão contratando são auxiliar de linha de produção, mestre de obras, pedreiro, servente de pedreiro, soldador e auxiliar de limpeza, todos com cinco vagas cada.

O número de vagas destinadas a pessoas com deficiência saltou nesta semana para 42 – era 26 vagas. Os setores de auxiliar de linha de produção e auxiliar administrativo estão com 19 e 7 vagas respectivamente.

Em setembro deste ano, 1.653 desempregados estiveram na Agência do Trabalhador à procura de uma vaga. Desses, apenas 61 conseguiram retornar ao mercado formal de trabalho.

Pessoas entre 30 e 39 anos são as que mais procuram

A maioria dos contratados no mês passado foi jovens entre 18 e 24 anos. Nessa faixa etária, 333 pessoas procuraram a agência e 23 conseguiram emprego.

Porém a procura maior é entre pessoas de 30 a 39 anos. Nessa faixa, 438 trabalhadores e trabalhadoras procuraram a agência, mas apenas 14 foram contratados.

Neste mesmo período, 231 pessoas com idades entre 25 e 29 anos procuraram a agência, apenas 15 conseguiram um emprego.

O número de contratados é ainda menor para pessoas entre 40 e 49 anos. Das 339 que procuraram a agência, somente 6 conseguiram emprego.

Dos 235 candidatos entre 50 a 64, três foram efetivados. Já dos 25 com 65 anos ou mais,  nenhum teve a carteira assinada.

Marisa de Carvalho, 36 anos, esta desempregada há 5 meses.Era diarista e com a crise os patrões tiverem que dispensar seus serviços. Nesta segunda-feira de manhã ela estava na fila da agência.

O marido dela também está desempregado e pagar o aluguel se tornou um grande problema para o casal. Segundo ela, “a procura está sendo difícil, porque não está tendo emprego para ninguém”.

Para Marisa, qualquer vaga serve, desde que pague o salário mínimo – ela cobrava R$ 100 por diária. Ela não tem o fundamental completo e acredita que a falta de qualificação é a sua principal dificuldade.

“A maioria  das vagas é pra quem tem segundo grau ou é formado na faculdade”, disse.

Carolina Thais Pereira, 21, enfrenta a mesma situação. Está desempregada a uma semana, desde quando saiu da loja de roupas para festas onde trabalhava e também tem só o ensino fundamental.

Luiz Fernades Quintilhano, 51, acredita que a crise econômica que afeta o país também atingiu em cheio o setor de contratações. Na faixa de idade dele encontrar um emprego ainda está mais difícil.

Segundo o trabalhador, “eles querem pessoas novas, estudadas e qualificadas e mesmo para esses esta difícil. Escolhem a dedo, o mais bonitinho, o mais novo, o mais estudado”.

Qualificação é decisiva na hora de procurar emprego

A diretora da Agência do Trabalhador de Maringá, Clarice Chimirri, disse que encontrar vagas de trabalho está difícil, mas “apesar de toda dificuldade nacional, Maringá está na contramão, colocando mais pessoas no mercado de trabalho”.

“A qualificação é um fator decisivo na seleção de empregados – diz ela. Se o trabalhador não tem experiência, qualificação e escolaridade, não tem nem como encaminhar. Ele vai lá na empresa e vai voltar. Só vai perder tempo e gastar vale transporte”, diz ela.

Clarice explica que a qualificação é responsável pelo maior número de contratação de  jovens, de 18 e 24 anos. “O jovem já sai da faculdade mais qualificado e tem mais facilidade de ser inserido no mercado”.

Confira as vagas abertas

  • Auxiliar de linha de produção- 5 vagas
  • Mestre de obras – 5 vagas
  • Pedreiro – 5 vagas
  • Servente de pedreiro – 5 vagas
  • Soldador – 5 vagas
  • Auxiliar de limpeza – 5 vagas
  • Açougueiro – 4 vagas
  • Cozinheiro geral – 4 vagas
  • Confeiteiro – 3 vagas
  • Ajudante de carga  e descarga de mercadoria – 3 vagas
  • Vendedor interno – 3 vagas
  • Atendente de mesa – 2 vagas
  • Auxiliar de expedição – 2 vagas
  • Recepcionista de hotel – 2 vagas
  • Auxiliar de escritório – 1 vaga
  • Técnico de impressora – 1 vaga
  • Técnico mecânico em ar condicionado – 1 vaga
  • Mecânico de manutenção de caminhão a diesel – 1 vaga
  • Fiscal de caixa – 1 vaga
  • Empregado doméstico nos serviços gerais – 1 vaga
  • Eletrecista – 1 vaga
  • Pizzaiolo – 1 vaga
  • Churrasqueiro – 1 vaga
  • Encarregado de seção de controle de produção– 1 vaga
  • Mecânico – 1 vaga

Total: 63 vagas

Para pessoas com deficiência

  • Auxiliar de linha de produção – 19 vagas
  • Auxiliar administrativo – 7 vagas
  • Operador de Caixa – 3 vagas
  • Atendente de lojas – 3 vagas
  • Atendente de lanchonete – 2 vagas
  • Auxiliar de recepção – 1 vaga
  • Atendente de telemarketing – 1 vaga
  • Laboratorista de concreto – 1 vaga
  • Operador de vendas – 1 vaga
  • Técnico administrativo – 1 vaga
  • Auxiliar de estoque – 1 vaga
  • Fiscal de loja – 1 vaga
  • Promotor de vendas – 1 vaga

Total: 42 vagas

Total geral: 105 vagas

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.