UEM em três toques: queda no vestibular, alta no ranking e ultrassom no HU

Por: - 18 de outubro de 2017
HU vai receber um aparelho de ultrassom: serão comprados 15 para serem distribuídos no Estado

O Vestibular de Verão 2017 da UEM registrou 15.184 inscritos, 614 candidatos a menos do que no ano passado. Também caiu na etapa 3 do Processo de Avaliação Seriada: foram 4.901, ante 4.350.

Com 224 candidatos por vaga (c/v), Medicina, como sempre, é curso mais concorrido. Depois vem Odontologia e Direito, com 43,7 e 38,1 c/v.

Pelo sistema de cotas sociais há uma pequena diferença, Medicina continua liderando, com 136 c/v. A mudança se dá no segundo lugar, com Educação Física (35 c/v) e, em terceiro, Direito (34,3 c/v).

No PAS os três cursos mais concorridos são Medicina (64,1 c/v), Odontologia (22,9 c/v) e Arquitetura e Urbanismo (19,1 c/v)

Ranking Quacquarelli Symonds

O número de candidatos do vestibular caiu, mas a UEM subiu sete posições na classificação divulgada esta semana pela Quacquarelli Symonds (QS), empresa de consultoria britânica especializada em avaliações da educação superior.

A UEM figura na posição 104 entre as universidades da América Latina – estava na 111. O vice-reitor, Julio Damasceno, avalia como positivo o avanço no ranking da UEM e de outras universidades do Paraná. A UEL, por exemplo, aparece na posição 95º.

Ultrassom para o Hospital Universitário

Outra boa notícia para a UEM foi anunciada pelo secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto: o HU vai receber um equipamento de ultrassom. Serão entregues 15 aparelhos em todo o Estado.

Com esses equipamentos, os hospitais beneficiados poderão identificar má formação cardíaca, inclusive em prematuros, e avaliar toda complexidade de problemas como cálculos de obstetrícia, ginecológico, abdômen total, pediátrico e cardíaco.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.