Cena de sexo na Vila Olímpica faz prefeitura convocar reunião de emergência

Por: - 2 de outubro de 2017
Flagrante do casal que espalhou pelas redes sociais / WhatsApp

As imagens de um casal praticando ato sexual na Vila Olímpica de Maringá, na tarde desde domingo (1/10), em meio a centenas de pessoas, motivaram a convocação de uma reunião de emergência pela Prefeitura de Maringá, na tarde desta segunda-feira (2/10).

Às 18 horas, por meio da assessoria de imprensa, a administração municipal divulgou uma nota oficial. O entendimento é que o episódio é inaceitável.

“Sobre episódio ocorrido na Vila Olímpica no fim de semana, a Prefeitura de Maringá entende tratar-se de uma situação pontual, que não expressa a verdade dos frequentadores do local, palco de práticas esportivas. Por se tratar de área pública, a Vila Olímpica está na rotina de patrulhamento da Guarda Municipal, que sistematicamente faz rondas no local para prevenir danos ao patrimônio e outras eventualidades. No caso específico, o episódio é inaceitável”, diz a nota do município.

Os flagrantes viralizaram pelas redes sociais. O caso foi registrado em meio às atividades esportivas do Joia, os Jogos Interatléticas de Maringá, que chega a 10ª edição em 2017.

O evento começou na sexta-feira (29/9) e tem atividades programadas para os dois próximos finais de semana. As competições contam com a participação de dezenove atléticas.

Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura informou que havia a obrigação, por parte dos organizadores, da contratação de uma empresa de vigilância e segurança para preservar o espaço público. Uma nota oficial será publicada até o final da tarde desta segunda-feira (2/10).

A equipe do Maringá Post procurou um dos organizadores do evento. E ele informou que uma nota oficial seria publicada na página oficial da Liga das Atléticas no Facebook. 

A nota oficial foi publicada por volta das 17h15 desta segunda-feira (2/10). A Liga das Atléticas de Maringá (LDA) lamentou o ocorrido e repudiou os fatos. “A LDA repudia todo e qualquer ato atentatório à dignidade da pessoa humana e/ou que fira o estabelecido em nossas legislações municipais, estaduais e federais. Salienta ainda que todo e qualquer desvio de conduta, como de atentado ao pudor ocorrido no último dia 01.10.17, que caracterize tais erros terão suas providências tomadas pelos órgãos e autoridades competentes”, diz a nota da Liga.

A Liga lembrou que durante todo o final de semana, as programações esportivas aconteceram normalmente, sem intercorrências ou problemas com organização e, que a integração havida entre as instituições participantes do evento ocorreu de maneira saudável, compatível com os princípios que regem a Liga.

Ainda com relação ao fato, a Liga apontou que o fato ocorrido “figura como fato isolado e alheio ao controle que LDA possui sobre o evento, que como instituição séria e que preza pela qualidade, respeito e incentivo ao esporte, busca a cada ano, maneiras de controlar o público que possui acesso ao evento, mas lida com uma série de dificuldades como o tamanho e o tipo da área a ser coberta por esta proteção e, por isso, eventualmente eventos isolados como esse, fogem ao respaldo e alcance que a Liga preza por oferecer”.

Pelas redes sociais, participantes do evento têm solicitado que as pessoas que recebem os vídeos e imagens não compartilhem os arquivos para não denegrir o evento esportivo. O receio é que o episódio possa provocar o cancelamento das próximas atividades no local.

Em meio as práticas esportivas, o Joia é famoso por atrair universitários que costumam levar bebida alcoólica e tomar ao redor do ginásio.

Sobre a situação registrada na tarde de domingo, a prática de sexo em local público é considerada crime de ato obsceno e o caso será analisado pelo Juizado Especial Criminal.

Reportagem atualizada às 17h34, com a publicação da nota oficial da Liga das Atléticas de Maringá. 

Reportagem atualizada às 18h10, com a publicação da nota oficial da Prefeitura de Maringá. 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.