Extensão de cílios

Foi na pandemia que eles ganharam muito destaque! Hoje vou conversar com Sara Toyoshima, medalhista nacional e internacional, na técnica de volume brasileiro. 

Mas como tudo se iniciou? Sara me explicou que, a ideia do alongamento dos cílios como forma de melhorar a aparência não é uma novidade. Em 1882 foi anunciado na imprensa que cidadãos de Paris haviam começado a costurar cabelo nas suas pálpebras com a intenção de criar cílios falsos. 

Esse doloroso modo de extensão de cílios também foi noticiado em 1899 na imprensa escocesa. Em 1902, o famoso estilista Karl Nessler patenteou um método no Reino Unido para tecer cílios e sobrancelhas artificiais e em 1903 estava vendendo cílios artificiais em seu salão em Londres. 

Nos Estados Unidos, a patente para cílios postiços foi realizada pela canadense Anna Taylor em 1911. No entanto, como em diversas outras ocasiões, seria a cultura pop que levaria ao uso mais difundido de extensões de cílios postiços. Em 1916, o diretor DW Griffith estava trabalhando em seu filme “Intolerance” e queria que a atriz Seena Owen tivesse cílios longos e que os olhos se destacassem. Ele fez uso de cílios postiços que eram cabelo humano tecidos através de um fino material de gaze. 

No mercado existe várias técnicas como o fio a fio clássico que dá um efeito mais natural, o volume brasileiro que está super em alta no momento que dá um volume, mais não tira a naturalidade, o volume russo que já é para quem gosta de um efeito mais cheio e preenchido, temos o mega volume que deixa bem preenchido mesmo os fios bem pretos entre outras técnicas que vem sendo lançadas! 

Na extensão de cílios também podemos trabalhar com visagismo e correção do olhar para quem tem um olhar mais caído, podemos levantar, para quem tem olhos pequenos, podemos abrir o olhar, para quem tem olhos grandes podemos diminuir esse olhar e para quem tem olhos assimétricos um lado um pouco diferente do outro também podemos deixá-los mais simétricos em fim a extensão de cílios não é somente colar fios nós trabalhamos com a auto estima da mulher.

Técnica de volume brasileiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.