As 5 linguagens do amor. Saiba como usar e ter relacionamentos mais saudáveis

Ser amado e amar são necessidades essenciais para o ser humano ser saudável, produtivo e feliz.

Mas as pessoas falam diferentes linguagens do amor. Você sabe qual é a sua linguagem? E a linguagem das pessoas que você convive? É valioso saber!

O livro As cinco Linguagens do Amor de Gary Chapman é muito interessante, amplia a visão sobre formas de amar e sentir se amado.

Você pode conferir um pouco aqui e desfrutar desse conhecimento que traz harmonia para os relacionamentos, não apenas conjugal que é o foco do livro, mas com os filhos, amigos, colaboradores.

Palavras de afirmação

A palavra tem um poder incrível, ela pode dar ânimo ou desânimo, pode adoecer, motivar, desmotivar, resolver conflitos, criar mais problemas, pode muitas coisas.

Quando a pessoa é cordial nas palavras, ela faz elogios, encoraja, pede, ao invés de dar ordens e isso afirma a autoestima, cura ferida e permiti a expansão do potencial.

Ouvir e falar palavras bondosas como: obrigado pela parceria, você é muito importante aqui e outras declarações assertivas para quem sente se amado com palavras de afirmação é fundamental.

Qualidade de tempo

É dedicar a alguém sua inteira atenção, sem dividi-la.

Se ao mesmo tempo em que conversa com alguém você olha o seu celular, envia mensagens e faz outras coisas, você não está inteiro ali.

Quem tem a qualidade de tempo como sua primeira linguagem do amor vai experimentar certo desprezo.

Por exemplo, dizer: “Eu te amo meu filho”, se a linguagem de amor dele for qualidade de tempo ele não sentirá amado apenas com essas palavras, com presentes, ou qualquer outra coisa.

Investir tempo compartilhando, ouvindo e participando juntos em atividades significativas comunica que realmente nos preocupamos e apreciamos um ao outro.

E se essa for sua primeira linguagem do amor, expresse para sua família, amigos e juntos vocês podem planejar momentos com mais qualidade.

Receber presentes

Presentes são símbolos visuais do amor, sejam eles comprados ou feitos por você, demonstram que você se importa e representam o valor de um relacionamento.

Não importa se o presente foi caro ou barato, o que importa é que a pessoa pensou em você ou você lembrou-se de alguém e quis demostrar concretamente seu afeto por ela.

O legal é que essa é uma das linguagens mais simples de aprender e suprir quem amamos ou consideramos.

Formas de servir

Atitudes que você tem ou alguém faz para você, como servir um café, fazer um almoço, manter o carro em boas condições de uso.

E isso ganha outra dimensão quando é realizado não por obrigação, coação, mas quando se percebe amor em realizar determinada atividade, o beneficio vem para todos.

Toque físico

O “Toque Físico”, como gesto de amor, toca no mais profundo de nosso ser.

Como linguagem do amor, é uma forma poderosa de comunicação, seja um simples toque no ombro ou o mais apaixonado dos beijos.

Um abraço é poderoso, libera substâncias que proporcionam bem estar e tranquiliza a alma.

Você pode demostrar amor, mas se não usar a linguagem da pessoa para quem oferece seu amor ela poderá não entender e não se sentir amada por você.

É importante também que você saiba a sua linguagem para sentir amado.

Comece a observar o que você aprecia, o que faz você sentir se amado (a), o que te magoa, o que você deseja acima de tudo?

Prove e use essas formas de amor com as pessoas e perceba como isso torna a vida bem melhor.

Compartilhe!

Apaixonada pela vida, busca promover bem estar e qualidade de vida para as pessoas.
É psicóloga, palestrante, idealizadora das páginas Ansiedade ok; trabalha como psicoterapeuta individual com a terapia cognitiva.
Atuação como psicóloga clínica desde 2015, formada pela Fundação Educacional de Araçatuba-SP
Palestra
Ø Sua vida em equilíbrio, equilibrando suas emoções!
Clínica Trevisan
Av. Luiz Teixeira Mendes, 2205- Zona 5- Maringá
(44) 99154-2393

CRP- 08/25485
Últimas vagas de Empregos