Vença a ansiedade antes que ela vença você

Imagem internet

Ansiedade é um sentimento que traz desconforto mental, físico e está presente no dia a dia de todo ser humano.

Ela pode roubar a alegria na realização de algo, inibir sua criatividade, impedir novas descobertas ou até te adoecer.

Por isso é importante conhece-la e aprender lidar com ela.

Você sabe a diferença do medo e da ansiedade?

Imagem internet

Medo é a resposta emocional a ameaça iminente real ou percebida, é um mecanismo de proteção, é ele que nos alerta dos perigos.

Seu corpo ativa o mecanismo chamado de luta e fuga e você tem varias reações fisiológicas, pensamentos de aflição, comportamentos de fuga, mas o medo passa assim que você resolve ou percebe que aquilo não era perigoso.

Já a ansiedade é a antecipação de ameaça futura.

Obviamente, esses dois estados se sobrepõem, mas ansiedade está frequentemente associada à tensão muscular e vigilância em preparação para perigo futuro e comportamentos de cautela ou esquiva.

Então quando estamos diante de algo incerto, quando tememos uma situação futura, já sabemos quem vai dar as caras.

É importante distinguir também a ansiedade adaptativa aquela que nos prepara para uma situação e a patológica que é o medo excessivo desproporcional que traz muito sofrimento.

Imagem internet

Alguns transtornos de ansiedade são:

Fobia específica que é o medo de algo ou situações específicas, por exemplo, elevadores, aviões, certos animais, insetos como a barata.

Transtornos de pânico que é medo das próprias reações fisiológicas e psicológicas a um estímulo, medo de um ataque de pânico.

Transtornos de ansiedade generalizada (TAG), ou seja, se preocupar continuamente com um monte de coisas, com possíveis consequências negativas e ficar pensando maneiras de impedi-las.

Transtornos de ansiedade social (TAS) ou fobia social, medo de ser julgado pelos outros, especificamente nas situações sociais.

Transtornos de estresse pós-traumático (TEPT), medo excessivo causado por exposição anterior a uma ameaça ou dano, traumas comuns são os estupro, violência física, acidentes graves, assaltos.

E nesses transtornos muitos sintomas físicos e psicológicos aparecem como:

  • Tensão muscular
  • Dor de cabeça
  • Tremores
  • Cansaço fácil
  • Sensação de falta de ar ou asfixia
  • Coração acelerado
  • Suor excessivo
  • Mãos frias e suadas
  • Boca seca
  • Tontura, náuseas
  • Diarreia
  • Desconforto abdominal
  • Ondas de calor
  • Calafrios
  • Micção frequente
  • Dificuldade para engolir
  • Sensação de engasgo
  • Insônia
  • Sensação de estar com os nervos à flor da pele
  • Fatiga
  • Dificuldade em concentra-se ou sensações de branco na mente
  • Irritação
  • Preocupação
  • Inquietação
  • Pensar que vai morrer
  • Pensar que não consegue
  • Bruxismo
  • Gastrite
  • Pressão alta e outros.

Para os transtornos de ansiedade a autoajuda não ajuda, a pessoa pode até diminuir ou camuflar sintomas, mas o melhor caminho é buscar por tratamento profissional, um psicólogo pode te ajudar.

Já ansiedade normal do dia a dia você pode usar algumas orientações aqui para lidar melhor com ela e não deixar que ela te vença ao ponto de desenvolver algum transtorno ou comprometer sua qualidade de vida.

 Aceite

Imagem internet

Aceite sua ansiedade, não lute contra, não tente evitar ou se livrar dela. Não é feio sentir ansiedade, não é errado sentir ansiedade.

Simplesmente aceite, permita sua presença como um visitante que logo vai partir.

Aceitar é entender que ela nos ajuda a cumprir prazos no trabalho, a lidar com emergências na vida e que não é para sempre que você vai sentir aquele desconforto.

Agradeça sua mente

A mente funciona como uma máquina que o tempo todo está tentando te proteger, avisando o que pode dar errado.

Investigue se há riscos reais e tome os cuidados necessários que são possíveis no momento e descarte o que for apenas um falso alarme, com gratidão.

Imagem internet

Desacelere

Sabe aquela sensação que há muito para fazer e pouco tempo?

cuidado com a pressa, com o senso de urgência.

Com uma agenda bem organizada você otimiza seu tempo fazendo o que é prioridade, dentro dos seus limites, sem muita cobrança.

Imagem internet

Cuidado com o perfeccionismo

Todos estão sujeitos a cometer muitos erros e quando erramos somos direcionados para o que é certo.

Você aprendeu a andar desde bebê e até hoje às vezes tropeça, para lembrar que você é humano e está em um processo onde a perfeição não existe apenas o esforço para ser melhor a cada dia.

Se perdoe

Você sempre fez o que estava ao seu alcance, então tenha mais compaixão e paciência com você mesmo.

Imagem Internet

Fique no momento presente

Essa é chave que fecha a porta para ansiedade patológica, viver no único lugar que realmente é possível fazer alguma coisa.

Aprecie com atenção plena cada som que você está escutando agora, cada objeto que você pode ver, tocar, olhar cores, sentir a textura, observar as formas.

Quando estiver se alimentando, faça de maneira consciente!

Senta o cheiro, o sabor, note a quantidade, a temperatura e por ai vai.

Preste atenção também na sua respiração e sinta cada parte do seu corpo, os seus pés, costas, pescoço, sua boca, sua língua, se está tenso ou relaxado, enfim esteja consciente no aqui e agora.

Imagem internet

Aja mesmo sentindo ansiedade

85% do que tememos tem um resultado neutro ou positivo, é o que a experiência do senso comum tem comprovado.

Então aja, faça o que é possível fazer, seja feliz, mesmo sentindo ansiedade, ela não é perigosa, perigoso é não saber lidar com ela.

Deixe seu comentário e compartilhe esse conhecimento para ajudar outras pessoas.

Um grande abraço!

Vânia Alves

SHARE
Apaixonada pela vida, busca promover bem estar e qualidade de vida para as pessoas.
É psicóloga, palestrante, idealizadora das páginas Ansiedade ok; trabalha como psicoterapeuta individual com a terapia cognitiva.
Atuação como psicóloga clínica desde 2015, formada pela Fundação Educacional de Araçatuba-SP
Palestra
Ø Sua vida em equilíbrio, equilibrando suas emoções!
Clínica Trevisan
Av. Luiz Teixeira Mendes, 2205- Zona 5- Maringá
(44) 99154-2393

CRP- 08/25485
Últimas vagas de Empregos