Dia Internacional da mulher

Como você se sentiria se não tivesse o direito de estudar? Compartilhar suas ideias? Votar? Não ter seu trabalho reconhecido com justa remuneração?

Difícil até de imaginar, mas muitas mulheres nasceram, viveram e morreram sem esses e outros direitos.

Hoje em dia é comum vermos mulheres a frente de grandes multinacionais, no comando de países, presidentes, chefes de estado e por ai vai. A condição social da mulher mudou muito, especialmente após a chamada Revolução Feminista da década de 1960.

E dia 8 de março é um dia especial que mundialmente comemorarmos essas conquistas, rebemos, fazemos homenagens e pensamos em progresso.

E falando em progresso ainda ouvimos algumas coisas tipo “mulher no volante perigo constante.”.

É uma brincadeira, mas de alguma forma camufla a misoginia, o desprezo, o preconceito contra mulheres e isso nos carregamos há séculos.

E olha só, uma pesquisa solicitada por uma seguradora britânica e realizada pela Privilege Insurance avaliou cinquenta motoristas dirigindo e o resultado foi evidente a favor das mulheres.

Dos 30 pontos da avaliação, as mulheres alcançaram 23,6, enquanto os homens somaram apenas 19,8.

Foto internet

Pesquisas no Brasil confirmam que as mulheres se envolvem menos em acidentes do que os homens, consequentemente causam menos danos, menos mortes, em uma proporção de 10 para homens e 1 morte causada por mulheres.

As mulheres são mais atenciosas para dirigir, tem mais cuidado na hora de estacionar, acionam menos o seguro, por isso pagam menos também.

 

“Mulher no volante, é muito importante, segurança constante!”

Essa questão do trânsito só é um exemplo de muitas outras posturas que precisamos avançar em relação a essa cultura e visão distorcida da mulher.

E sobre o cérebro feminino? Vamos ver algumas diferenças que nos faz diferente? Nem pior nem melhor, mas diferente.

A mulher expressa mais as emoções, lembra detalhes de eventos emocionais, tem mais aptidão para a comunicação, para estabelecer relações, ler emoções faciais, tem mais facilidade na identificação visual dos objetos e mais autocontrole.

Isso porque o cérebro Feminino tem 11% a mais de neurônios na fala e audição, segundo a neuropsiquiatra Louann Brizendine.

Foto internet

Na universidade de Yale descobriram que cérebro das mulheres processa a linguagem verbal simultaneamente nos dois hemisférios, enquanto que os homens tendem a processar apenas no hemisfério esquerdo.

O Hipocampo é a estrutura essencial para armazenamento de lembranças e mapeamento do ambiente, é maior também nas mulheres, por isso você lembra mais dos eventos, datas especiais e encontra com mais facilidade cada coisa.

Pesquisadores descobriram que determinadas partes do córtex frontal que tem muitas funções cognitivas importantes são proporcionalmente mais volumosos em mulheres do que em homens.

Portanto a mulher tem apresentado no âmbito social, profissional, familiar maior desempenho em relações humanas.

Tem muita capacidade para ouvir, ser empática, se colocar no lugar do outro, sentindo o que outro sente, tendo autoconhecimento, sabendo lidar consigo mesmo e com os outros.

Posto isso, nesse dia tão notável queremos dizer que vamos continuar na busca pela igualdade de direitos, de respeito, de dignidade humana. Denunciando comportamento misógino e reconhecendo nossas qualidades!

E você? Quais mudanças acha que tem acontecer? E quais qualidades percebe nas mulheres?

Deixe seu comentário.

Parabéns, Feliz dia da Mulher!

Últimas vagas de Empregos