Deu ruim

Os cálculos não agradaram leitor: um terço dos gastos feitos por ele, de Maringá a Cascavel, ficou no pedágio.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Deu ruim

  1. Pagador de impostos diz:

    a quantidade de pedágios no estado é enorme, assim como os valores.
    um absurdo,
    daqui a Londrina há dois,
    e a única coisa que muda no país sobre pedágios, é a instalação de mais pedágios,

    a ideia inicial seria que concessionarias ficariam responsáveis pela manutenção das rodovias, mas não acontece,
    já foi reportagem esse assunto.
    depois mais impostos para reparos das estradas!

    PARA NÉ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>