Bolsonaro impõe novo silêncio ao general Hamilton Mourão e limita espaço do vice no governo

De Jussara Soares, em O Globo:

O presidente eleito Jair Bolsonaro impôs recentemente mais uma espécie de “lei do silêncio” ao seu vice, general Hamilton Mourão, em um novo capítulo da disputa interna do futuro governo.

A recomendação, repassada ao general por meio de alguns dos mais próximos aliados de Bolsonaro, é que o militar adote uma postura mais discreta e deixe que o presidente eleito concentre os holofotes, sendo o único porta-voz do futuro governo.
Além da trava verbal, o general, que por diversas vezes afirmou que não gostaria de ser um vice figurativo, não deverá ter espaço para atuar no governo, segundo interlocutores do grupo de transição. Pelo desenho atual da estrutura, a Vice-Presidência não terá nenhuma secretaria subordinada ou atribuição pré-definida. Após a vitória em segundo turno, chegou-se a especular que Mourão teria um papel de “gerente” do governo, coordenando os ministérios. Porém, a recomendação é que o vice só responda às demandas específicas de Bolsonaro, quando for solicitado.

Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

5 pitacos em “Bolsonaro impõe novo silêncio ao general Hamilton Mourão e limita espaço do vice no governo

  1. Nossa, ……..kkkkkk……gozado é que quando a Dilma excluiu o Temer de qualquer atividade mais efetiva dentro do Governo ninguêm falou nada, mas agora que o Democraticamente Eleito Presidente Bolsonaro dá uma mijada e cai um pingo fora do vaso sanitário……piada……

    • Acho que esse pessoal que votou no Bolsonaro tem uma paixão platônica pelo Lula e pela Dilma. Já perceberam que para justificar qualquer coisa que faça de estranho o Presidente Biruta eles comparam com o Lula ou com a Dilma e dizem que está tudo certo? Porque então tanto ódio contra os dois ex-presidentes, eleitos Democraticamente, se eles concordam com todas práticas feitas por eles? Quando estourar as bombas do Flavinho Bolsonaro, o número 1, com aqueles milhares de reais na conta do motorista esse mesmo pessoal do que votou no Biruta vão dizer assim: se o Lulinha pode pq o Bozinho não pode? Hipócritas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>