Projeto garante exame oftalmológico e óculos gratuitos para carentes

O Grupo Prever em parceria com o a ONG Renovatio e a Ótica Ver Bem realizaram na quinta-feira uma ação em prol da saúde da visão, direcionada a crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, amparados pelo Lar Escola, de Maringá.

Funcionários do Prever que se voluntariaram para a mobilização, atenderam, junto com a equipe da Renovatio e da Ver Bem, cerca de 200 alunos em contraturno e ainda 38 funcionários da escola, que fizeram exames oftalmológicos gratuitos. Após a triagem, aqueles que tinham dificuldade de visão foram encaminhados para mais exames, com um oftalmologista. Se diagnosticada a necessidade, a pessoa recebia os óculos imediata e gratuitamente.
Com médico oftalmologista e toda a estrutura de exames, um ônibus adaptado roda o Brasil para atender a população gratuitamente. Com o amparo da ONG Renovatio, a Ótica Ver Bem é a responsável por arrecadar recursos para a distribuição dos óculos.
“Em quatro anos doamos 35 mil óculos, em 21 estados brasileiros. Queremos chegar a 1 milhão”, afirmou o presidente fundador da ONG Renovatio e da Ótica Ver Bem, Ralf Toenjes. “Para chegar a nossa meta a Ver Bem tem o papel de ser um modelo autossustentável, em que não dependemos apenas de doações”, complementa.
Na Ótica Ver Bem, localizada na Cliniprev em Maringá, os associados do Plano Prever têm o benefício de comprar óculos já com as lentes, a partir de R$ 79,90 e automaticamente outro par de óculos é doado para quem não tem como pagar.
“O Prever tem como um dos propósitos criar relações benéficas com os associados. E esta ação é apenas uma para alcançarmos nossa meta de sermos relevantes socialmente e contribuirmos para um mundo com menos desigualdades”, comentou o presidente do Grupo, Reginaldo Czezacki.
Segundo dados publicados pela Renovatio, cerca de 23% dos motivos que levam os alunos a deixar a escola, tem ligação com problemas de visão. Dado que também tem relação direta com o mau comportamento e a hiperatividade, conforme depoimento da coordenadora pedagógica do Lar Escola, Bianca Campos Lima. “Alguns não enxergam direito e prestar atenção no que está no quadro deixa de ser atraente. Assim, se distraem facilmente”, afirma.
Durante a ação no Lar Escola foram diagnosticados 70 casos de pessoas com problemas de visão. Todas receberam óculos gratuitamente. Em três casos, constatou-se o ceratocone, uma doença degenerativa que provoca a deformação da córnea e, se não tratada pode levar a cegueira.
“Eu sento no fundo da sala e achava que a visão falhava. Agora com os óculos não vou ver mais borrado. Gostei mais dos óculos”, comentou a aluna Bianca de Vasconcelos, de 10 anos, que nunca tinha usado óculos.
Atos Vinícius da Silva, aluno de 16 anos, comentou que avisou ao pai de que “um olho não tava bom”. O adolescente nunca foi ao oftalmologista. A estratégia dele para diminuir a dificuldade de enxergar era a de sentar mais perto do quadro negro. Atos foi diagnosticado com mais de 5 graus de hipermetropia no olho direito e 1,25 grau no esquerdo. A visão de longe dele estava completamente comprometida.
“Esta ação impacta na escola, no aprendizado, mas também na qualidade de vida desses alunos. É grandioso saber que agora eles podem enxergar bem. Há pais que trabalham muito e não conseguem levar os filhos no médico, outros não tem dinheiro para exame, muito menos para os óculos. É um projeto lindo e é relevante que aconteça em instituições que atendem pessoas carentes”, comentou a gestora administrativa do Lar Escola, Lourdes Casarotto. Só tenho a agradecer ao Prever por ter nos escolhido, ressaltou.
“O Grupo Prever está nesta parceria para ajudar pessoas carentes. Ao mesmo tempo o associado do Prever tem o benefício de comprar óculos de qualidade por um preço bastante acessível. Ele ajuda a aumentar essa corrente do bem ao comprar e automaticamente doa outro, sem valor adicional. Ou seja, devolve a visão a quem precisa”, ressaltou a gestora operacional da Cliniprev, Simone Martinez Vieira.

Na foto, da esquerda para a direita, a aluna Bianca de Vasconcelos, o presidente fundador da ONG Renovatio e da Ótica Ver Bem, Ralf Toenjes, a gestora administrativa do Lar Escola Lourdes Casarotto e a gestora operacional da Cliniprev, Simone Martinez Vieira

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>