Qualidade PP

Leitor envia um retrato das condições atuais da ciclovia (avenida Brasil próximo à Igreja São José, na Vila Operária), executada na gestão Pupin.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

4 pitacos em “Qualidade PP

  1. construida a uns 3 anos, e nessas condições?
    e agora?
    haverá manutenção, ou ficará abandonada, se deteriorando, sem condições de uso, para a população?

    Uma ciclovia deveria durar no mínimo uns 20 anos, e com condições de pleno uso, construida com asfalto de qualidade.

  2. Não é culpa do PP não.
    É culpa dos ciclotários que exigiram que a pista fosse de asfalto porque a pista de concreto gasta o pneu das CECIZINHAS.
    Muuuita viadagem de quem não entende NADA. Isso é que dá ser populista.
    Agora TODOS os maringaenses vão ter que pagar a cagada dos ciclotários.
    Asfalto só se usa onde há tráfego, pode ver que os páteos e estacionamentos sem tráfego são os primeiros a sofrer deterioração.
    Segundo meu guru RB… AMADORES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>