Brasil

A Coluna do Estadão informa que Fernando Haddad (PT), de forma discreta, negocia cargos com o Centrão.

Segundo o jornal, ele quer oferecer as pastas da Agricultura e das Cidades para o PP, aquele que tem como tesoureiro o maringaense Ricardo Barros.
BR18 diz que o candidato do PT, questionado sobre a proposta de um 13º para beneficiários do Bolsa Família de Jair Bolsonaro, a classificou de “contraditória”.
“Por que depois de 15 anos batendo no programa, do jeito dele que a gente conhece, uma maneira agressiva de se referir às pessoas, vem com essa ideia agora? Me parece contraditório”, disse o presidenciável petista. Segundo ele, “se tem alguém que criticou o Bolsa Família e, de certa maneira, humilhou seus beneficiários ao longo dos últimos dez anos, foi o meu adversário”.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>