Uma questão

Leandro Mazzini, da coluna Esplanada, via Twitter, levanta uma questão sobre o fato de o empresário Joel Malucelli ter se entregado nesta manhã ao Gaeco, em Curitiba:

– Chegou ontem da Itália. Um mistério. Era considerado foragido, entrou no país e não foi detido pela PF no setor de passaporte do aeroporto?
(Foto: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “Uma questão

  1. Esse é o Bra$$$il onde um pobre inocente e preso injustamente fica um ano preso até que se descobre que é um homônimo e corrupti vagabundo ladrao de dinheiro público passa no aeroporto faz imigração na merda de uma máquina e não fala com ninguém vem pra casa some com as evidência depois vai até o “espertalhão” do Gaeco os cara baixa a bola pro ladrao e fica tudo por isso mesmo , é esse é o Brazil Zil Zil

  2. As máquinas pra fazer imigração nos aeroportos brasileiros são iguais às urrnas eletrônicas ,totalmente falhas , já tinha pensado nisso , por algumas vezes pasei por elas e nunca havia entendido o q aconteceria num caso desses , agora fica claro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>