Aposta no eleitor sem memória

Reta final de campanha, com grandes chances de a eleição no Paraná se encerrar no primeiro turno, tem candidata apostando na falta de memória do eleitor prometendo coisas prometidas em outras eleições e não cumpridas, como viadutos, duplicações e, não se espante, até neve e trem-bala.

Há quatro anos, Beto Richa e Cida Borghetti prometeram no horário eleitoral a duplicação da PR-323, entre Maringá e Francisco Alves, promessa requentada agora com musiquinha nova.
A turma é especialista em prometer, lembre-se da fábrica de meias, de aviões, de helicópteros, cidade japonesa, trem pé vermelho…

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

3 pitacos em “Aposta no eleitor sem memória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>