Prefeitura de Maringá começa a pagar a trimestralidade negada há 26 anos

A Prefeitura de Maringá encaminhou mensagem de lei à Câmara de Vereadores que autoriza a abertura de crédito adicional especial no orçamento no limite de R$ 7.124.769,00. O crédito visa atender as despesas para o pagamento da primeira parcela do acordo da trimestralidade, uma ação de mais de 26 anos e que envolve 3.798 servidores.

O crédito adicional é necessário devido o orçamento de 2018 ter sido aprovado antes do acordo que pôs fim à trimestralidade, em outubro de 2017, em ação transitada em julgado e que condenava o município para o pagamento aos servidores. “A negociação foi feita dentro das possibilidades de orçamento e que o município pudesse honrar até a última parcela o compromisso”, lembra o secretário da Fazenda, Orlando Chiqueto.
A ação é fruto de uma revogação de lei de reajuste salarial trimestral em 1991, por isso o uso do termo trimestralidade. As correções dos pouco mais de 36 % resultaram em um montante de dezenas de milhões, acordado em R$ 70 milhões entre a Prefeitura e Sindicatosde Servidores Municipais de Maringá (Sismmar).
O valor é dividido em sete parcelas, a primeira em R$ 7 milhões e as outras seis anuais de R$ 10,5 milhões entre os anos de 2019 e 2024. Os encargos com contribuição previdenciária no total de R$ 1.247.686,96 serão adicionados nas parcelas. Na primeira o valor será de R$ 124.768,70 e nas demais em R$ 187.153,04. (PMM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

10 pitacos em “Prefeitura de Maringá começa a pagar a trimestralidade negada há 26 anos

  1. Sargento RR Tavares - Promotor Nacional de Polícia Comunitária diz:

    Rigon qual prefeito que originalmente negou a trimestralidade aos servidores públicos municipais de Maringá ? ? ?

    • Meu amigo Sargento RR Tavares, o prefeito que negou a trimestralidade aos servidores públicos municipais de Maringá foi RICARDO BARROS, gestão 1989/1992, sendo que de lá para cá muitos prefeitos usaram a ‘trimestralidade’ como mote de campanha eleitoral, para obter os votos da categoria, mas não honraram a palavra, razão pela qual torno notório meus aplausos ao prefeito Ulisses Maia por sua honradez, particularmente, com a categoria representada pelos milhares de servidores da ativa e aposentados. Afinal, “VERDADE SEJA DITA, DOA A QUEM DOER”.

      APARECIDO BAPTISTA (cidadão maringaense ‘ficha limpa’, desde criança, e servidor público municipal de Maringá durante aproximadamente 40 – quarenta – anos, hoje aposentado e com as ‘mãos limpas’ graças a Deus)

  2. Eu entendo que a administração do prefeito Ulisses Maia, é pífia mas essa atitude dele fazer acordo com os servidores da PMM e pagar a trimestralidade é de tirar o chapéu!

    • na realidade as negociações finais caiu no colo desta administração, neste caso êxito para atual. Toda ação judicial tem um fim, e as vezes o advogado do início da negociação já nem existe mais, e os demais advogados dão continuidade.

  3. Apesar de não fazer parte do seu ‘seleto’ círculo de amigos, dei-lhe meu ‘voto de confiança’ no primeiro e segundo turnos das eleições municipais de 2016.
    Em face de tal realidade, venho a público externar meus aplausos ao prefeito Ulisses Maia por honrar mais uma de suas promessas de campanha, demonstrando de forma cabal que, deveras, ‘fala e faz’.
    Aproveito o oportunidade para também parabenizar o prefeito Ulisses Maia pelo bom trabalho que vem desenvolvendo em prol de um futuro promissor para Maringá e toda a sua gente, com votos de crescente sucesso.

    APARECIDO BAPTISTA (cidadão maringaense ‘ficha limpa’, desde criança, e servidor público municipal de Maringá durante aproximadamente 40 – quarenta – anos, hoje aposentado e com as ‘mãos limpas’ graças a Deus)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>