Cautelar com Rosa Weber

Está nas mãos da presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Rosa Weber, a ação cautelar ajuizada por Wanderlei Loureiro Alves, o Dedeco, contra a direção nacional do Podemos. Ele contesta a distribuição de recursos do fundo especial de financiamento de campanha aos candidatos, que privilegia os que já detêm mandato.

Considerando que a matéria é eminentemente administrativa e que a resolução do TSE que normatiza os critérios de distribuição do fundo é de competência da presidência do Tribunal Superior Eleitoral, o ministro Napoleão Nunes Maia Filho encaminhou o processo à presidência, para, se entender de direito, determinar sua redistribuição.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>