Quase uma semana depois, governadora torna ‘sem efeito’ decreto que nomeou concorrente do PSL

Seis dias depois de ter nomeado o advogado Ogier Buchi (PSL) para ser diretor de Operações do BRDE, fato revelado neste modesto blog, a governadora Cida Borghetti publicou decreto tornando sem efeito o decreto da semana passada.

Os dois concorrem ao mesmo cargo, o de governador, nas eleições deste ano. Em tese, obviamente. Em 2014, o então candidato do PRP atuou como linha auxiliar da candidatura Beto Richa-Cida Borghetti.
Quando a convenção do PSL escolheu Buchi para ser candidato, ele estava nomeado cargo comissionado. O caso deve ser resolvido pela Justiça Eleitoral. A prevalecer a legitimidade do decreto que anulou o primeiro, o BRDE terá problemas de quorum para reunir sua direção.
A publicação do decreto 10.685 está no Diário Oficial desta terça-feira, que curiosamente foi disponibilizado no período da manhã. O decreto está no jornal oficial, mas não aparece no sistema estadual de legislação, o que é incomum.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “Quase uma semana depois, governadora torna ‘sem efeito’ decreto que nomeou concorrente do PSL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>