Morre Reynaldo Costa

Morreu hoje o artista gráfico Reynaldo Costa, 82, que lutava havia meses contra um câncer. Ele é o criador do brasão e da bandeira de Maringá, além de ser responsável por identidades visuais como a da Universidade Estadual de Maringá.

Mineiro de São Sebastião do Paraíso, terra natal de outro maringaense ilustre, Ary de Lima, autor da letra do Hino à Maringá, seu Reynaldo chegou em Maringá na déca dade 50, com 15 anos de idade. Veio junto com os pais, Alfredo e Dolores, e onze irmãos. Nessa época começou a trabalhar em uma gráfica da cidade, onde ficou até 1977, ano em que iniciou como gráfico na Cooperativa Agroindustrial de Maringá. Tempos depois passou a coordenar o acervo histórico da cooperativa.
Desenhista gráfico e estudioso da arte heráldica, relativa à criação de brasões, Reynaldo Costa amava o que fazia. Entre seus inúmeros trabalhos consta a criação do brasão e da bandeira do município de Maringá.
Em entrevista para uma edição especial do Jornal da UEM, Reynaldo Costa descreveu, rapidamente, o que seria a figura de três setas apontando para um triângulo central, que formam o logotipo da UEM. “Uma das setas representa a universidade, a outra a comunidade e a terceira o setor produtivo. O triângulo central simboliza o ser humano, como eixo principal”, disse na ocasião.
No descritivo da marca, apresentado ao Conselho Universitário, consta que são “Três setas equipoderantes circundando o triângulo equilátero. As três setas simbolizam sabedoria e estão em movimento contínuo, dando sentido de desenvolvimento para chegar à integração: universidade, empresa, comunidade – aspectos fundamentais do novo conceito de universidade. O centro triangular, ponto de partida, representa o homem, objeto e objetivo de todas as atividades. O homem, sua realização e participação no processo global”.
Conheci seu Reynaldo no ano passado, junto com o historiador JC Cecílio (abaixo, nós três no carro, indo levá-lo para a Zona 7), que havia nos apresentado o acervo da Cocamar e depois visitou as exposições itinerante e dos 40 anos do título do Grêmio. Maringá perde muito.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

3 pitacos em “Morre Reynaldo Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>