Maringá a caminho da universalização do acesso ao saneamento básico

Maringá é um dos 29 municípios brasileiros de grande porte que estão rumo à universalização do acesso aos serviços de abastecimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto e coleta de resíduos sólidos. No Paraná, Curitiba, Cascavel e Londrina encontram-se na mesma situação.

É o que aponta a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), no Ranking 2018 da Universalização do Saneamento, que avaliou 1.894 municípios; a maior parte, 1.613, ou 85%, ainda estão longe de oferecer saneamento básico para toda a população.
Somente quatro cidades receberam nota máxima por terem alcançado 100% da população em todos os serviços de saneamento básico: São Caetano do Sul, Piracicaba, Santa Fé do Sul e Uchoa, todas no estado de São Paulo.
Não tivesse acontecido a enrolação do poder público, nos últimos anos, em relação à destinação do lixo com certeza, certamente Maringá estaria entre os que alcançaram a universalização desses serviços.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

4 pitacos em “Maringá a caminho da universalização do acesso ao saneamento básico

  1. mas ainda prefiro ter a Sanepar, ou seja, uma estatal do que privatização, pois tudo que foi privatizado até agora virou um stress, e ainda falta de padronização.

    vejam a telefonia/internet vemos fios e fios dos para todos os lados, é um emaranhado de fios, uma enorme confusão!nada ´está de acordo com uma ordem, fio daqui fio dali……e,

    vai cancelar um produto, vai…. te deixam horas na linha, atendimento através de gravações, outro stress….para vender tudo certo, mas depois a coisas pega.

    assim o atendimento dos bancos, nesse país,
    o cidadão é explorado, de todas as formas, e mal atendido em tudo.

    qdo vc tem que resolver algo já sabe que vai ter problemas.

    vamos aí para a universalização, abrangência total!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>