Mais de 56 mil disputam concursos

Os dois concursos públicos da Prefeitura de Maringá contam com mais de 56 mil candidatos.

Os cargos com maior número de inscritos são os de agente administrativo (18.315), auxiliar operacional feminino (2.981), auxiliar de farmácia (2.807) e professor 20 horas (2.768). A homologação preliminar das inscrições, resultado dos pedidos de tratamento diferenciado e da lista dos candidatos considerados deficientes serão divulgados sexta-feira no site da organizadora do concurso www.fauel.org.br.
O concurso 009/2018 visa o preenchimento de 126 vagas em 51 cargos efetivos (regime estatutário). Já no edital 010/2018 são 26 vagas para 22 empregos públicos (regime celetista). O ensalamento com data, locais e horários das provas objetivas será divulgado no dia 4 de junho pelo site da www.fauel.org.br.
As provas objetivas serão realizadas dia 10 e 17 de junho de acordo com os cargos. As provas de títulos têm data marcada para 2 e 3 de agosto; as de aptidão física para 5 de agosto e as provas práticas para os dias 5 e 12 de agosto conforme os cargos. A classificação final e homologação está prevista para 6 de setembro.
O concurso tem validade de 1 ano a partir da homologação final podendo ser prorrogado pelo mesmo prazo. Os salários variam de R$ 1.207,21 a R$ 12,575,59. Integra ainda a remuneração o vale-alimentação de R$ 312,5 com a contrapartida do servidor de R$ 62,50.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

5 pitacos em “Mais de 56 mil disputam concursos

  1. Espero que Maringá não faça o mesmo que União da Vitória: lá o prefeito da gestão passada fez concurso e aprovaram várias pessoas.

    Daí o neófito milionário assumiu a gestão e o prazo de 2 anos do concurso terminou sendo que ele não chamou quem havia sido aprovado dentro do número de vagas.

    Agora os casos estão na justiça.

    A desculpa por não convocar é que estão em alerta de gastos emitido pelo Tribunal de Contas.

    Maringá também está em alerta de gastos.

    Pelo jeito vai ser o mesmo filme.

  2. nereu vidal cezar diz:

    Por favor senhores matematicos, quantos milhoes levou ou vai levar a empresa que prepara ou preparou o o CONCURSO, tihna que haver gratuidade ou um valor simb olico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>