Do Carmo admite ação coletiva

O vereador Paulo Rogério do Carmo (PSL) capitaliza a briga com a Semob, agora que quer retirar do Contorno Sul um radar que o vereador Mário Hossokawa (PP) pediu para instalar.

Em seu grupo de mensagens, tem recebido promessas de votos. O vereador já fala em propor uma ação coletiva para anular as multas emitidas a partir das infrações flagradas pelo radar. “Vamos pensar nisso. Eu posso propor”, manifestou-se.
Enquanto isso, entre seus colegas, há quem ache que DO Carmo precisa assumir de vez a condição de oposicionista da administração

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

10 pitacos em “Do Carmo admite ação coletiva

  1. Esse vereador anda batendo de frente na administração, e o prefeito dando corda. Acorda Ulisssrs. Porque será? Ele é o vereador com mais FG na prefeitura. Quem deve pra quem nessa situação?????

  2. Tiuzim da Roçadeira diz:

    Ué, primeiro pedem o radar, agora vem uns ignorantes e querem tirar? gabinete de vereador não é sala de consulta espiritual não, onde a moeda de troca é voto. O vereador em questão tá dando tiro no pé. Só vai se queimando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>