Onde há fumaça…

… pode haver fogo. Altero um pouco o ditado popular, para dizer que muitas vezes o fogo pode ser um pequeno foco de incêndio, que se não for apagado pode se tornar um sinistro de grandes proporções, que nem o corpo de bombeiros pode debelar.

Na administração pública, se a gestão quer ser daquelas que não provoca fogo, nem deixa provocar (não rouba nem deixa roubar) é preciso tomar muito cuidado, prevenir com hidrantes, extintores recarregados periodicamente, pois um incêndio pode ser ‘sinistro’ para todos.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Onde há fumaça…

  1. A quem interessar possa…!

    “O fato de o mar estar calmo na superfície, não significa que algo não esteja acontecendo nas profundezas.”
    (O Mundo de Sofia)

    APARECIDO BAPTISTA (cidadão maringaense ‘ficha limpa’, desde criança, e servidor público municipal de Maringá durante aproximadamente 40 – quarenta – anos, hoje aposentado e com as ‘mãos limpas’ graças a Deus)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>