Lazer dificultado

O mato e a grama alta da praça Vitor Rodrigues Martins, próxima à Igreja Bola de Neve, em Maringá, afastam famílias que costumam utilizar o local durante a semana.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

7 pitacos em “Lazer dificultado

  1. Nas creches teen até cobra.. Tudo e todos ficam quietinhos… Este eo governo do toma lá e fica quieto.. Né Rigon… Teen coisa cabeluda nessa Seduc….. Essa semana estão nos obrigado a fazei um teste.. Que era pra ser aplicado em oito dias. Mas a competência está mandando olha Ben mandando nos aplicarmos em um dia. Em todas as crianças.. Um absurdo.

  2. as três rotatórias da mandacaru estão um lixo, até aquela que usaram como cartão postal, prefeito e secretários são tudo igual, só muda a placa do gabinete! um lixo

  3. até que esta baixo ai! fundo de vales o matagal atinge 3 metros de altura, queria saber por que diabos Ulisses mantem esse Vagner como secretario, todos os canteiros da cidade estão um bagaço, não tem organização nenhuma, quando cortam a grama deixam todo o material que foi cortado, vira uma sujeira sem fim.
    Ulisses tinha que se livrar dos puxa sacos, que não falam a verdade , a cidade esta um caco!!!

  4. Rigon muitas familias e crianças usam essa praça como area de lazer se tu puder nos ajudar a chegar a alguém responsavel pela prefeitura que atende essa area a praça esta abandonada o mato tomou conta e o principal o piso ao redor da praça é antigo e desnivelado péssima qualidade pra se praticar o simples como uma caminhada sei que o prefeito tem boa vontade conto com seu apoio.

    • a que ponto chegamos, em apenas um ano de administração vem contribuinte aqui pedir para Rigon ajudar, como assim? Quem é Rigon? isso é responsabilidade do prefeito que fez acordo com todo mundo para se eleger, principalmente o PT, agora estamos pagando o preço.
      Vejo comentários acima que todos os canteiros da cidade estão um bagaço, claro que não, a prefeitura planta flor no canteiro em frente ao paço, planta flor na av. cerro azul, planta flor na praça do peladão.

  5. Dá secretaria da escola diz:

    Ulisses vc me enganou… Educação tá um lixo…. Creche é para enganar eleitor…. Teen sala de educação especial que é depósito de criança especial….. Eu sou orientadora e nada fazem… Aí daib ordem da Seduc e semai para encher a sala.
    . Material não existe…
    Um crime.. Decepção…. Semai é cabidao de emprego… Na educacao de jovens e adultos cczona…. Advogada
    .. Pode isso?

  6. O prefeito Ulisses Maia cuida apenas das áreas nobres da cidade, embelezamento da certo azul, recape asfáltico nas ruas do centro e da zona dois, coleta de lixo reciclável apenas no centro, zona dois, quatro e cinco, etc, etc, etc.
    Quando quer fazer festa “popular” , prá agradar parte da população manda fazer na conta a sete ou no parque de exposições.
    Já inaugurou diversas coisas esquisitas como: portão de acesso do bosque, uniformes escolares com as novas cores, reforma da pista de patinação, só faltou inaugurar o buraco da obra do terminal intermodal.
    Prefeito, tire a bunda da cadeira do seu gabinete e vá olhar a sujeira e desorganização que tomou conta da cidade, veja os flanelinhas achacando a população que já paga o IPVA e a zona verde.
    Afinal toda a população paga impostos e taxas que mantém a administração municipal, não só as áreas nobres da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>