Barros reduz gastos do Ministério da Saúde cortando remédio

De Ricardo Boechat, no site da revista IstoÉ:

Não se pode dizer que o Ministério da Saúde esteja desatento à necessidade de cortar gastos. A pasta reduziu em quase 30% os lotes destinados a São Paulo do remédio usado para evitar rejeição de órgãos transplantados.

O estado pediu 4,6 milhões de comprimidos de Micofenolato de Sódio – recebeu 3,3 milhões. Coerente com esse esforço, o ministro Ricardo Barros é usuário frequente de jatos da FAB para passar fins de semana em seu Paraná natal.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

6 pitacos em “Barros reduz gastos do Ministério da Saúde cortando remédio

  1. No céu cinzento sob o astro mudo
    Batendo as asas pela noite calada
    Vêm em bandos com pés de veludo
    Chupar o sangue fresco da manada

    Se alguém se engana com seu ar sisudo
    E lhes franqueia as portas à chegada
    Eles comem tudo eles comem tudo
    Eles comem tudo e não deixam nada

  2. O pior é saber que tem um batalhão de gente, já trabalhando em toda região nas áreas públicas para reeleger esse cidadão que só pensa em dinheiro, mesmo sendo milionário com toda fortuna feita na política, porque nunca trabalhou, nem mesmo antes de ser prefeito de Maringá em 1988 ano da maldita promulgação da nova constituição, que só serve para os poderosos !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>