Transação penal

Há oito anos o médico ginecologista José Roberto Spósito afirmou numa reunião que a Organização Mundial da Família – a mesma ONG que promete construir o Hospital da Criança de Maringá em oito meses – não era uma entidade séria e que sua presidente, Deisi Noeli Weber Kusztra, era uma “trambiqueira”.

Spósito era secretário municipal de Saúde de Balneário Camboriú (SC), onde a ONG com sede em Curitiba também prometeu construir o Hospital Ruth Cardoso em oito meses. A obra foi entregue depois de muita polêmica e com anos de atraso.
O médico, que já foi vereador e candidato a prefeito de Balneário Camboriú, foi acionado na justiça por causa de suas declarações contra Kusztra, durante reunião do Conselho Municipal e Saúde, e fez acordo pagando cinco salários mínimos, repassados a entidades beneficentes, para encerrar o processo por injúria e difamação (aqui).

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Transação penal

  1. Kkkkk o hospital infantil vai ficar ao lado da fábrica de helicópteros kkkkkkk depois das eleições eles largam esta mentira e o povo q se lasque…mas aí a família LAMA já vai ter garantido novos mandatos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>