Transporte coletivo tem wi-fi em toda a frota e inclusão de 80 horários

A Prefeitura de Maringá condicionou o reajuste da tarifa do transporte coletivo, congelado desde 1º de junho a uma série de melhorias. A cobrança da administração teve resultados como a instalação de wi-fi em 100% das linhas e a inclusão de 80 novos horários, em períodos com maior movimentação de passageiros.

Com a inclusão de novos horários em algumas linhas e em horários específicos, reduziu-se em 46 % a média de passageiros (considera-se registros nas catracas incluindo passageiros que descem dos veículos). A linha 009 – Interbairros 2 é um dos exemplos que mais reflete a diminuição do registro da catraca. De 120 passou a registrar metade de passageiros. Outras linhas conforme a necessidade também terão a inclusão de novos horários.
Entre as melhorias exigidas pela administração estão a instalações de câmeras de monitoramento nos ônibus e de ar-condicionado (empresa alega que os ônibus atuais não têm potência), novos pontos de venda de crédito e opção de compra das passagens por cartão de crédito.
A compra de seis novos ônibus, que serão referência para compras posteriores, trarão mais conforto, ar-condicionado, wi-fi e um novo layout, para os corredores da avenida Morangueira e Kakogawa também integra as ações de melhoria no transporte. A previsão é que seja realizada no início do próximo ano.
Mais modernos, os ônibus batizados de “Mega BRT”, que mencionam a sigla inglesa (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, tem 15 metros de comprimento com capacidade para 150 passageiros – o dobro dos convencionais – suspensão a ar, garantindo conforto, e mais agilidade com um motor de 310 cavalos, 100 a mais do que a média dos veículos atuais.
Além dos ônibus, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), promove melhorias no conforto de usuários do transporte coletivo e apenas neste ano instalou mais de 180 abrigos todos cobertos, com bancos e fechamento traseiro, em diversos pontos do município e nos distritos de Iguatemi e Floriano.
A Semob também desenvolveu projeto de modernos abrigos com display LED que apresentam informações sobre as próximas linhas e tempo de espera, carregadores de celular e bicicletários para quem deseja fazer intermodal. Fechados nas laterais e ao fundo com vidros laminados, os abrigos serão mais resistentes contra o vandalismo. A Semob elabora edital de licitação para contratação de empresa a executar e instalar os abrigos.
Usuários podem utilizar o “Moovit”, um aplicativo gratuito que apresenta em tempo real, informações sobre o transporte coletivo, com horário de linhas atualizadas, localização de pontos, planejando da melhor forma o itinerário. Está disponível para plataformas Android, iOS e Windows Phone e pode ser obtido gratuitamente pelo Google Play e App Store. (PMM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

8 pitacos em “Transporte coletivo tem wi-fi em toda a frota e inclusão de 80 horários

  1. Pra que servem internet e arrogância condicionado se não há ônibus. Passamos muito tempo esperando e quando ele passa está lotado. Péssimas condições de atendimento. Acham que o tempo do pobre é pra ser desperdiçado mesmo. Porque o tempo que tem valor é só o do rico mesmo. Digo o mesmo da viação Garcia. No fim de semana, os passageiros mofam de tanto esperar nos pontos.

  2. Nos últimos 12 anos a passagem subia duas vezes por ano, agora tem que melhorar os horários também, no meu bairro em pleno meio de semana essa porcaria é de hora em hora

    • Walter, nos últimos 12 anos a tarifa só foi reajustada uma vez ao ano, conforme previsão legal.
      Como neste ano a TCCC ainda não conseguiu reajustar a tarifa, não sabemos se no próximo reajuste ela poderá “acumular” dois índices de reajustes referentes aos anos de 2017 e 2018, pois aí sim poderíamos ter, excepcionalmente, dois reajustes no mesmo ano.

  3. INVESTIGADOR NILSON diz:

    Com certeza vai há um acordo branco. Típico de uma “nova administração”. Primeiro você briga e esperneia, depois, se acerta. E continua a mesma coisa, faz um concessão aqui, outra ali…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>