TJ mantém condenação de concessionária de pedágio por acidente de carro com cavalos

A 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná manteve decisão da 5ª Vara Cível e, em julgamento no último dia 5, não deu provimento a recurso ajuizado pela Rodovias Integradas do Paraná S/A (Viapar), que deverá indenizar um motorista por danos materiais e morais.

O autor, Carlos Rafael Camillo, alegou responsabilidade objetiva da concessionária de serviço público que, por esta razão, está obrigada a reparar os danos materiais e morais, independentemente de culpa.
O veículo, que trafegava por volta das 21h45 de 18 de setembro de 2012 pela BR-376, próximo ao km 184 (região de Sarandi)chocou-se contra um cavalo que transitava pela pista. O acidente provocou lesões leves no motorista e na passageira e avarias que causaram um prejuízo de R$ 24.408,97 no carro. Em março passado a juíza Roberta C. Scramim de Freitas condenou a pedagiadora ao pagamento de indenização por danos materiais, que deverá ser atualizado a contar da data do acidente, e R$ 8 mil de danos morais, valor que deve ser corrigido pela média INPC/IGP DI a contar da data da sentença.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “TJ mantém condenação de concessionária de pedágio por acidente de carro com cavalos

  1. E não foi a primeira vez. Essa concessionária já amargou diversas indenizações por fatos idênticos. O valores são pequenos, mas a jurisprudência no TJPR já ficou grande.

  2. E os donos dos animais?
    Por que deixam soltos, ou não tem donos?
    O povo não tem responsabilidade, fazem as coisas que querem.
    Animais não deveriam ficar soltos. As concessionárias não tem como vigiar tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>