Sexo na Vila Olímpica

Nas redes sociais circulam vídeos mostrando um jovem casal fazendo sexo ao ar livre, no estacionamento da Vila Olímpica de Maringá, ao lado do Ginásio Chico Neto, onde funciona a Secretaria de Esportes e Lazer.

No local aconteceram os Jogos Inter Atléticas (Joia). O casal fez sexo de variadas formas e por longos minutos, sem se importar com os transeuntes.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

66 pitacos em “Sexo na Vila Olímpica

  1. Muitas crianças vão com os pais nesse local para eles brincarem, um absurdo uma cena dessas… Já pensou uma criança presenciando essa cena? Os pais desses dois não deram orientação nenhuma, esse mundo ta perdido. Policia deveria ir atrás com essas imagens e dar uma lição nesses dois. Complicado viu…

  2. O problema não é o local. Pode ser Hallel, jogos….e sim a atitude dos jovens! Eles não são animais que estão no cio e irracionalmente fazem a qualquer hora e lugar.

  3. Esse festival que ocorreu aí na Vila Olímpica e o JOIA !! Evento que a prefeitura de Maringa e parceira … tem uma grande empresa de eventos por trás de tudo !!

    O espaço público sendo mal utilizado !! Local pra treinamento de alto rendimento, lazer da população quando ocorre esse evento só rola sim alto, bebida fartamente, muita maconha e sexo !! O tal dos jogos e pretexto pra tudo isso !!

    Mas a secretaria de esportes e a prefeitura permitem né !! Vai saber lá o por que … pior que essa pouca vergonha não acabou ainda … isso continua …

    Vamos ver o que vai rolar na próxima semana !! Acho que vai rolar um grupal !!

    • Se isto é amor, porque será que depois as mulheres são estupradas, isto é uma vergonha, estamos ficando tal como animais, desrrpeitando nosso próximo por saciar o desejo próprio.

  4. Caramba, esses jovens perderam a noção de tudo mesmo !! Lastimável . O que eu fico pensando é a hora que o pai ou a mãe de uma criatura dessa ver essas cenas, é um constrangimento sem tamanho.

  5. Eu trabalho na vila….vcs acham q isso e novidade…tem toda semana…está até atrapalhando a gente trabalhar….tá desviando a nossa atenção kkkkk…

    Mancha

  6. Comandante Alfa 01 diz:

    Infelizmente um local destinado a prática desportiva, lazer de familiares com seus filhos em atividade saudável. Tem se transformado inúmeras vezes em palco de eventos que divergem da prática esportiva. Local de consumo de drogas licitas, ilícitas e até sexo . Cadê as super mega poderosas câmeras de monitoramento? Já estão quebradas? Ou será que o beco do sexo é um ponto cego para as super mega poderosas câmeras e seus operadores. Ainda bem que foi só sexo, menos mal. Imagina se fosse um estupro, um assassinato e, as super mega poderosas câmeras não alcançam. Paz e amor! Faça amor , não faça guerra.

    • Realmente concordo com quase todos ponto de vista….o jóia e uma confraternização de universitários de maiores e responsáveis pelos seus atos ….a uma semana atrás teve o passeio ciclístico dá Maringá FM e tudo isso aconteceu de fora a fora travado de ambulantes de outras cidades vendendo tudo é muito mais………com todo o aparato de segurança, saúde, fiscalização, etc…..e tudo aconteceu mais natural que essa imagem de sexo explícito…alguns gostam e a maioria adora assistir…..as confraternizações do jóia a grande maioria vai pra beber e dançar e compartilhar diversão…..pq só estudar não dá…….os eventos esportivos no centro olímpico tem que existir muito mais investimentos…..vamos deixar de hipocrisia e não usar o jóia como bode expiatório….O jóia e contra o preconceito e violência, e principalmente injustiça…que atire a primeira pedra quem puder…. palavras do senhor​….

  7. O “trem” é bom e não há fiscalização. Em tempos idos, instalei o ” Flamboyant Lanches” em área de 5 mil mts, quase defronte a Coca Cola. Era área especifica para lanchar e namorar. Na época era quase impossível conseguir-se o Álvara. Hoje, não sei como anda, mas é necessário área específica para essa atividade e também falta na cidade, uma área de CAMPING. Fica a sugestão.

    • A área e próprio pra isso…estava tem jogos e diversão qual sério o problema…mais concordo com a hipocrisia do alvará pq vivo isso mais tenho os meus…..um confraternização que aconteceu poucos dias do ano…poderia ter muitos mais vezes no ano…..olha o caso de Umuarama que um psicopata e solto pelas autoridades públicas, justiça Brasileira..fica a dica…. área de camping falta sim…

  8. Tem algum erro explícito na organização do evento. Mas esses jovens perderam a vergonha se drogam e perdem o pouco de vergonha q resta. Tem lugar p tudo e cada coisa………. que Deus restaure os pecadores.

  9. NOTA EXPLICATIVA

    A Liga Das Atléticas de Maringá (LDA), através da presente nota, vem esclarecer que a competição esportiva Jogos Inter Atléticas (JOIA) programada para acontecer entre os finais de semana dos dias 29.9 a 15.10.17 na cidade de Maringá, visa tão somente o fomento ao esporte e a integração universitária consciente, dentro dos limites legais.

    O JOIA, é uma das competições esportivas municipais, regulada pela Lei 9589/2013, sendo inclusive, integrada ao calendário municipal, e que este ano está em sua 10ª edição, sendo sempre realizado utilizando-se, em todas as suas edições, dos espaços e praças esportivas públicas, diariamente vigiadas e controladas por equipes de segurança licenciadas. O evento envolve 19 (dezenove) Associações Atléticas da cidade, diversos cursos, de 5 instituições públicas e privadas, que se organizam durante o ano todo, oferecendo treinos de 21 (vinte e uma) modalidades esportivas ao seus respectivos acadêmicos, visando o sucesso e boa qualidade daquele e que para isso, conta com uma Comissão Organizadora, que age por meses na contratação de árbitro federados para as competições, equipes de segurança, limpeza e manutenção que ficam disponíveis durante todos os dias de jogos.

    Assim, em atendimento e respeito ao próprio trabalho que ela realiza em prol da sociedade como um todo e da gama universitária, a LDA repudia todo e qualquer ato atentatório à dignidade da pessoa humana e/ou que fira o estabelecido em nossas legislações municipais, estaduais e federais. Salienta ainda que todo e qualquer desvio de conduta, como de atentado ao pudor ocorrido no último dia 01.10.17, que caracterize tais erros terão suas providências tomadas pelos órgãos se autoridades competentes.

    Ademais, cumpre lembrar que durante todo o final de semana, as programações esportivas aconteceram normalmente, sem intercorrências ou problemas com organização e, que a integração havida entre as instituições participantes do evento ocorreu de maneira saudável, compatível com os princípios que regem a Liga.

    O fato ocorrido entre os dois jovens universitários figura como fato isolado e alheio ao controle que LDA possui sobre o evento, que como instituição séria e que preza pela qualidade, respeito e incentivo ao esporte, busca a cada ano, maneiras de controlar o público que possui acesso ao evento, mas lida com uma série de dificuldades como o tamanho e o tipo da área a ser coberta por esta proteção e, por isso, eventualmente eventos isolados como esse, fogem ao respaldo e alcance que a Liga preza por oferecer.

    Informamos que a Liga está tomando as medidas necessárias e passando por processo de reorganização para evitar novos incidentes. Vale opor também que, a 10ª edição do JOIA, assim como todas as anteriores, não teve problemas expressivos, mas do contrário, sempre angariou para a cidade de Maringá, tanto na parte esportiva, quanto comercial, movimentando o comércio de maneira intensa, de modo a promover o desenvolvimento atrelado ao incentivo ao esporte.

    Por fim, declaramos nossas escusas a todos que se sentiram ofendidos ou atingidos com as imagens e vídeos divulgados, e nos comprometemos a continuar com o trabalho sério, de objetivo e princípios coerentes com o meio em que nos inserimos.

  10. Esses eventos tem que ter a segurança externa dos ginásios pela guarda municipal, bastava o secretario de esportes ou diretor comunicar a guarda e eles fariam a segurança, somando-se ainda que os responsáveis pelo evento são obrigados a contratar seguranças, contudo, não justifica a atitude desses dois idiotas.

  11. Até parece que o acontecimento na vila Olímpica é novidade e que sexo em local público só é praticado por jovens dessa época. A grande diferença do passado para os dias atuais é a tecnologia, internet e celulares com câmera. O resto é hipocrisia,

  12. Sem duvida….
    Isso é normal nao só em eventos.
    Como em outros locais publicos.
    Se ninguem tivesse fotografado ou filmado. Iria ficar no anonimato. Esses episódios acontecem diariamente.

    • Meu filho, povo é louco pra filmar e fotografar coisas erradas. Se acontecesse diariamente as fotos e videos estariam espalhados igual o desse casal nessa festa.
      Povo quer ver o oco.

  13. Osmar Xavier Aleixo diz:

    A sena é a mesma de dois animais, dois cachorros, coitados, sem capacidade de raciocínio para diferenciar o certo do errado. Dois vadios, quero ver se quando eles tiverem, se é que vão ter, famílias, será que vão fazer sexo de frente aos filhos?

  14. Pensando no futuro diz:

    Quem viu todos os vídeos na internet conseguiu enxergar com clareza que o que ocorreu não foi simplesmente um atentado ao pudor, e sim um estupro. Em diversos vídeos a jovem aparece totalmente bêbada e vulnerável (não estou dizendo que isso seja culpa do evento), mas o rapaz viu na garota uma oportunidade de gozar para os seus amigos a sua “masculinidade”. Vamos parar com esse discurso pronto de que a culpa é da vítima, pais criem meninas para não confiarem em qualquer pessoa, pais criem seus meninos para para respeitarem o próximo, principalmente as mulheres em situações vulneráveis. Se fosse o meu filho, cuidaria dessa jovem para que o seu “porre” passasse rápido, e não aproveitaria da situação para se pagar de comedor na frente dos amigos.

  15. Errar é humano… Mas a falta de espaço de camping agrava o problema, vejo com certa frequência jovens fazer sexo ao ar livre, menor de idade não pode entrar em motel e convenhamos que os jovens em sua maioria não escolhe esperar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>