Liminar obriga Copel a cumprir
lei sobre corte de energia

O Procon de Maringá ganhou liminar em ação civil pública contra a Copel, proibindo que o corte de luz ocorra aos finais de semana, feriados e no último dia útil anterior a tais datas. Na liminar, o juiz da 1ª Vara Cível estabeleceu multa de R$ 5 mil para cada ilegalidade cometida.

Segundo o diretor do Procon, Rogério Calazans, trata-se de importante vitória na defesa da população mais carente da cidade. A lei que proíbe o corte nessas condições existe desde de 2003 e não vem sendo cumprida pela empresa.

Angelo Rigon

3 pitacos em “Liminar obriga Copel a cumprir
lei sobre corte de energia

  1. Mas se existe uma lei desde 2003 e a Copel descumpriu todo este
    tempo, por quê ela nunca foi autuada?

    Fizeram cortes ilegais por anos e nada acontece, por quê?

    Agora consideram vitoria em cima de uma lei que não foi cumprida.

    Quais serão a providências que serão tomadas contra a Copel?

    • Meu irmão td certo. Sua indignação tem sentido lógico. Olha como esta posição do Procon, movido pela direção tomada pelo Dr.Rogério Calazans tem importância. Se havia injustiça, também houve quem se posicionou diante dela. Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>