Medo de avião II

Para recordação de um sucesso de Belchior, que recentemente fez uma viagem que todos faremos, queiramos ou não, vale uma reflexão. Para muitos políticos que custavam viajar e ou ter contato com paraísos fiscais, o destino dessa viagem compulsória pode não ser um (paraíso), pelo contrário.

Faço um parenteses para responder questionamento do leitor Mao que perguntou-me: ‘Quando o Sarney morrer em quem vai reencarnar o espirito dele?’ (sic) O que vai acontecer, exatamente não podemos dizer, mas possivelmente ele vai passar, como muitos de nós, pelo umbral – veja aqui. Sobre reencarnação, o espírito reencana como o próprio, pois Sarney não é Sarney, está Sarney, todos nós não somos, estamos… Se vamos reencarnar num corpo masculino ou feminino, em condições de riqueza de miserabilidade, feio,ou bonito, tudo depende do que estamos fazendo aqui, agora. Políticos que desviam dinheiro, que causam pobreza e desgraça, pelo que temos de informações, sofrem um bom tempo antes de voltar e geralmente voltam nas mesmas condições dos que causaram males, não como punição, necessariamente, mas para sentirem na pele e, pelo exemplo, aprenderem. Gato escaldado…
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

2 pitacos em “Medo de avião II

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>