Paraná em Fatos&Fotos

Capa jornal

Na mais recente edição da revista Paraná em Fatos & Fotos, de Cezar Lima, além dos destaques de capa, o editorial fala de política. Eis a íntegra:

“Depois de um escancarar de compra e venda de votos na Câmara dos Deputados; depois de um tal de “pula, pula”, de um “troca-troca” promíscuo de mudanças de partidos políticos, aí os “nobres” espertalhões deputados federais aprovaram uma verbinha de mais de 3 bilhões do nosso dinheiro, para fazerem um bacanal nas suas eleições, vem o seu Meireles e anuncia um rombinho de apenas 70 bilhões, afundando mais o Tesouro nacional e aí os pobres coitados dos assalariados recebem a notícia do aumento de 48,00 no próximo salário mínimo… O que dizer, o que comemorar? Enquanto isso, lá no casamento ostentação, a filha do ministro, debaixo da “ovada”, casava-se de camburão, saboreando lagostas e caviar no castelo imperial e o povo sifu, digladiava com a escolta “particular” de dona Cida, a “gloriosa” PMPR, aquela que aprendeu a espancar professores e professoras do Paraná. Como diria o Ibrain Sued, “ademã que vamos em frente”. E indo em frente, acabamos de ver a super colheita de milho e vemos a ampliação das instalações da planta industrial da BSbios, que breve irá produzir 288 milhões de litros de Biodiesel e preparando-se para exportar para os Estados Unidos da América. Palmas para seu Battistela, aguerrido presidente daquela empresa que acredita no Brasil (que tem sede em Passo Fundo – RS, que acaba de completar 160 anos e que produz uma enormidade de milhões de litros de Biodiesel). Assistimos também, alguns poucos, mas bons produtores de “uvas fina de mesa , ganharem o “Sêlo de Qualidade” e, outros, igual ao Cheida, de Londrina, instalando junto ao engenheiro Hélio a “Cidade Solar, para salvar águas de rios de “afogamento” e de inundações de “terras férteis e produtivas”, dando alô a energia constante que DEUS nos manda de graça, do céu, sem cobrar-nos um vintém.Em meio a tantas mazelas, somos povo que acredita no futuro.E continuamos a acreditar no moço Sérgio Moro, Maringaense que acabou de completar 45 anos de vida edificante.Em Maringá, outro jovem o Ulisses Maia, jogou uma “maia”nas pretensões dos Barros, em querer continuarem mandando e desmandando no destino político da cidade e, o Ângelo Rigon, jornalista de prestígio, acabou de lançar um “histórico ônibus itinerante” em homenagem aos 70 Anos da Cidade Canção, só faltando o Joubert de Carvalho, imortal autor de “Maringá, Maringá, a música que virou cidade e o meu saudoso pai, Prof. Ary de Lima e o Maestro e Prof. Aniceto Matti, autores da letra e música do “Hino a Maringá”, “Linda flor, a mais gentil, do Norte do Paraná, és orgulho do Brasil, Nossa amada Maringá”, aparecerem, vindo lá do bom lugar que estão no Céu, para aplaudirem tai bela e histórica iniciativa.. Ai está, mais uma edição da “Paraná em Fatos & Fotos, retratando facetas do Paraná e na capa, ostentamos a nossa permanente logo, as Araucárias, Pinheiros (foto de Armando Rossato), árvore símbolo do Paraná e que por insensibilidade dos nossos governantes, está quase desaparecendo.Salvemos os nossos Pinheiros, Salvemos as nossas Araucárias”.

Angelo Rigon

Um pitaco em “Paraná em Fatos&Fotos

  1. Parreiras Rodrigues diz:

    Exceptuando-se a linha referente confronto entre a PM e os militantes petistas fantasiados de professores, baita editorial. Aliás, o jornalista Cezar Lima merece o reconhecimento de toda a nossa região, pela sua persistência em manter uma revista em circulação, tarefa das mais árduas devido ao mercado. Muque, “véio”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>