Ecos do casamento

Buffet

1) Em Campo Mourão, regozijo pela família Barros ter escolhido um buffet da cidade para o casamento ostentação de Maria Victória. Foram mais de 100 funcionários, entre cozinheiros e garçons.
2) Na Folha de São Paulo,

Leonardo Colon escreve que a festa de casamento mostra que Ricardo Barros, além de desconhecer o SUS, não tem noção da realidade política e econômica do país em que vive.

Angelo Rigon


14 pitacos em “Ecos do casamento

  1. Parabéns ao buffet mas ainda prefiro um prato com arroz, feijão e farinha, uma boa cachaça brasileira, e ouvindo musica de Tião Carreiro e Pardinho.
    Quanto a ostentação, o tempo dará a resposta. Digo isto não por causa do dinheiro gasto, mas pelo que os Barros faz com os proletariados que tiraram dinheiro do próprio bolso e o colocaram no poder a muitos anos atrás. Proletários estes que ainda depende da rede publica de saúde e nem sempre encontra condições dignas de um bom atendimento. Proletários estes que ainda depende de uma escola publica para seus filhos e netos e a faculdade é distante de conquistar.
    Proletários estes que ainda defende com orgulho a cidade de Maringá mas com mágoa no coração em forma de revolta.
    Não importa quem seja os convidados e a cidade de Curitiba a prestigiada. Maringá em seus setenta anos não merecia tamanho desprezo.

  2. O que Maringá ganharia com o casamento? Nada, absolutamente nada. Já não chega o saque que la famiglia Barros fez durante muitos e muitos anos em Mgá?

  3. Quanta mágoa desse casamento. Os maringaenses não podem reclamar do ministro da saúde, afinal segunda a administração do prefeito Ulisses Maia, aqui não temos mais filas de consultas, nem de cirurgia, nem falta de material médico ou de atendimento na rede pública. Também não temos maís problemas de vagas nas creches.

    • Me engana que eu gosto…
      Você está fingindo que não sabe que:

      – ricardo barros quer o fim do SUS;
      – pobre vai pagar exames, consultas, etc… pois pagará o SUS como um plano de saúde (pra pobre e “por cabeça”_ como dizia o próprio barros, sobre os alunos das suas famigeradas escolas cooperativas)…
      – é o “toma-lá-dá-cá” aos “colaboradores” de toda s campanhas barrentas (prefeito, deputados, vice-governança)… Aquelle$ dos plnos de saúde privados…

  4. Vamos para coisas mais importantes, como está o processo de licitação do lixo? não se fala mais nada, 1º de agosto está chegando. Como está a licitação dos pardais? como ficou a questão de tirar os pontos da carteira por multa do estar? como ficou a questão da guarda municipal armada? diretoras dos colégios municipais?

    • Concordo com seus questionamentos.. tem tanta coisa rolando na administração que fico exausta de verificar as insatisfações de professoras, da insatisfações porque tantos previlegiados para quem foi a luta pelo 11 e tão prestigiado !! Fiz parte do grupo do 12, e estou vendo coisas que até Deus duvidaria !! Adiantou prefeito Ulisses a gente ter levantado sua bandeira?
      Na saúde, tudo comandado e com forte veemencia pelo povo do escritório da prudente de morais !!! Está ficando insuportável Sr Prefeito !

  5. Na educação, Rigon , a coisa está tão ruim que está dando até briga em portão de CEMEI com supervisora folgada ! Diretora e coordenadora não se entendem, diretora e supervisora brigando com palavras de baixo calão.. acho q vou tirar minha merecida licença prêmio ! Baixou o nível !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>