Casamento ostentação

Maria Victória

Rogerio Waldrigues Galindo, do blog Caixa Zero, da Gazeta do Povo, também escreveu sobre o casamento-ostentação da deputada estadual Maria Victória Borghetti Barros. Texto que vem sendo replicado nas redes sociais não fala só da deformação que o casório provocou no Palácio Garibaldi, símbolo histórico de Curitiba, para receber os 1,2 mil convidados.

“Dizem que o próprio Michel Temer pode vir”, escreveu, antes de relacionar os preços de alguns itens da lista de casamento, com destaque para a garrafa térmica de R$ 2,3 mil.
Não à toa o evento também está sendo chamado de Baile da Ilha Fiscal.

Angelo Rigon


9 pitacos em “Casamento ostentação

  1. Mateus 13
    “…8 Contudo, uma parte caiu em boa terra, produzindo generosa colheita, a cem, sessenta e trinta por um.
    9 Aquele que tem ouvidos para ouvir, que ouça!” O propósito das parábolas

    Mateus 24
    “…36 Entretanto, a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão exclusivamente o Pai.
    37 Como aconteceu nos dias de Noé, assim também se dará por ocasião da chegada do Filho do homem.
    38 Porque nos dias que antecederam ao Dilúvio, o povo levava a vida comendo e bebendo, casando-se e oferecendo-se em matrimônio, até o dia em que Noé entrou na arca, …”

  2. Tudo isto sendo pago com dinheiro do povo, a segurança sendo feita por militares que deveriam estar na rua fazendo segurança de quem realmente pagam seus salários, a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>