O último capítulo?

Jean-Homero

Não se espantem se não sessão de hoje da Câmara de Maringá, a ser realizada no distrito de Iguatemi, os vereadores Jean Marques e Homero Marchese – que trocaram acusações há exatamente uma semana da tribuna do Legislativo – chegarem ao local de mãos dadas.
Poderia não ser o último capítulo, mas seria um final digno do dramalhão verde-mexicano. Ficou ruim para quem teve a honra atacada, mas isso é outra história.

O presidente Mário Hossokawa, que poderia ser padrinho do novo casal, trabalhou pela re-união dos vereadores do Partido Verde por alguns motivos, dentre eles por ter percebido que o episódio estava afetando todo o Legislativo e, principalmente, porque a Câmara de Maringá teria grande dificuldade para tocar duas CPIs, três comissões de estudo e, eventualmente, duas comissões processantes como Marques e Marchese queriam.
Hossokawa conversou primeiro com Marchese, com quem ele próprio já teve duas trombadas (uma delas, literalmente), e depois com Jean, que foi tomado de surpresa no final da sexta-feira ao saber que seu colega de bancada já tinha feito o pedido de cassação de seu mandato sob uma alegação que até agora teve gente que não conseguiu entender. Sentaram-se os três e selaram a paz, com pedido de desculpas de Marchese. Não chegaram a se dar as mãos, mas encaminharam para o fim do divórcio da bancada: eles deverão permanecer juntos, lado a lado, nas sessões legislativas.
O vereador Sidnei Telles – que também foi alvo de Marchese em troca de mensagens eletrônicas – funcionou como testemunha.
Depois de firmada a paz, sobrou para a administração PDT-PV: Marchese disse a um interlocutor que a imprensa maringaense deveria ter investigado o real motivo que levou seu ex-desafeto a pedir para deixar a função de líder do governo. Por pelo menos três vezes ele referiu-se à renúncia, da tribuna na semana passada, chegando a afirmar que o líder defendeu fraude por causa do vale-alimentação.
O armistício beneficiou indiretamente o prefeito Ulisses Maia, que agora não precisará aceitar o cargo de líder do prefeito que Marques colocou à disposição, na semana passada. Ajuda também o Partido Verde a não tomar nenhum tipo de providência contra ninguém, mantendo a fama de partido tucano, em cima do muro até em relação a seus representantes, incluindo os que mentem da tribuna.
Nos bastidores, porém, a aposta é: qual será a próxima briga do vereador do Partido Verde?

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

12 pitacos em “O último capítulo?

  1. Valdecir Barboza diz:

    Na minha humilde opinião tava na hora de acabar com isso, nós pagadores de impostos não aceitamos esse tipo de coisa de nossos representantes, vamos legislar, fiscalizar, realizar projetos em favor do bem comum em benefício de toda cidade, como problema do lixo, da água, do sistema de saúde e principalmente da segurança que tanto nos afeta neste momento.

  2. Se defendeu fraude por causa do vale alimentação isto deveria ser melhor esclarecido…pelo menos a função fiscalizadora do vereador deve prevalecer nesta questão.
    Prefeito prometeu e foi assinado lei que o vale seria pago com recursos provenientes da redução dos ccs…
    Será que está sendo utilizado recursos de outras fontes…se tiver isso é muito grave…e o líder do governo deve saber disso e pediu pra sair….
    Seria bom dar uma olhada nisso pelos fiscalizadores dos recursos públicos…os vereadores…observatórios…ministério público…etcccc…
    Pode ser improbidade a caminho…é esperar pra ver….

  3. tem gente que não sabe por que motivo foi eleito vereador, mas o povo não dá tanto tempo para aprender, e, aos poucos, os que votaram nele acabam por se desiludir.
    Homero terá que aprender rapidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>