Exposição bate novo recorde

Expoingá 2017

A Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá, que aconteceu de 4 a 14 últimos, bateu recorde de público e comercialização, sendo considerada uma das melhores dos últimos anos. O balanço apresentado hoje pela Sociedade Rural de Maringá mostra que o volume de negócios gerados e prospectados durante a feira atingiu R$ 455  milhões 421 mil e o público chegou a 591.950 visitantes.

Em comparação à edição de 2016, o volume de negócios cresceu 45% e o número de visitantes 25%. Os números atingidos também ultrapassaram a expectativa dos organizadores antes da feira, que era de 500 mil visitantes e 400 milhões de reais em negócios. A presidente da entidade, Maria Iraclézia de Araújo, lembra que a cifra financeira supera os últimos dez anos da Expoingá e o público é o maior desde 2012, quando 573 mil pessoas passaram pelo parque de exposições.
O sucesso da feira é atribuído por Maria Iraclézia a uma confiança maior dos investidores na economia do País e aos bons resultados do agronegócio, que continuou crescendo mesmo diante da estagnação de outros setores, contribuindo, ainda, a safra recorde deste ano. Em relação à presença de público, ela acredita que houve um clima positivo diante das novidades da feira, como uma nova marca de bebida, nova parceria nos rodeios, o ineditismo do Museu do Videogame Itinerante e o Espaço da Carne Gourmet, além da parte da pecuária, considerada também uma das melhores dos últimos anos.
Os setores de máquinas, implementos agrícolas e automóveis estão entre os que mais se destacaram, enquanto na pecuária, o alto padrão genético dos aproximadamente 7.500 animais chamou a atenção. No caso específico dos ovinos, a feira foi considerada um marco pelos expositores e juízes das raças, com mais de 600 animais em exposição e julgamento. “Foi uma das melhores feiras que tivemos nos últimos anos”, observou Jucival de Sá, diretor de Pecuária da SRM.

OS NÚMEROS DA EXPOINGÁ 2017
Expoingá

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

7 pitacos em “Exposição bate novo recorde

  1. Não d´para acreditar, pois eu vi certo dia um segurança
    rodado as catracas.

    Imagine se todas catracas foram rodadas deste modo o tanto
    que aumenta o números de frequentadores.

    O vento é om, mas não é preciso inventar números para ele.

  2. Eu acredito. Em uma cidade onde o prato típico pode ser o cachorro quente, não duvido que toda população foi todos os dias nessa porcaria de feira.

  3. O Parque Exposição “FRANCISCO F. RIBEIRO” – empresário e pioneiro do mais reconhecido valor, – por ser um bem público municipal, NÃO DEVERIA COBRAR A ENTRADA EM SEU RECINTO. A “SRM – Sociedade Rural de Maringá”, ganhou há décadas, a concessão do local de “mão beijada”, concessão esta que precisa ser revista. O problema porém, é que em Maringá, não há vereadores de peito e de pulso para enfrentarem esse problema e ai, o povo é que se dane.

    • Mas a gestão anterior renovou a concessão
      por uma c….. de tempo.

      A SRM deveria ter sede própria, claro que
      comprada com seu dinheiro.

      Rende quanto de impostos para o município?

      Chega de mamar nas tetas do governo

  4. Até agora somente o vereador Do Carmo se levantou contra SRM, porém parece que está sozinho, pois, até agora os demais não se pronunciaram a respeito, será que tem medo do poderio financeiro da SRM?

  5. Eu tbm não acredito nesses números, com essa crise acho q o povo não se deixou enganar dessa maneira, podem anotar aí, ano q vem é recorde outra vez, na teoria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>