Município teve superavit superior a R$ 110 milhões no quadrimestre

Audiência pública

O comparativo entre a receita e as despesas registradas pela Prefeitura de Maringá entre entre janeiro e abril deste ano aponta um superavit financeiro superior a R$ 110 milhões no período.
A maior parte da receita tem origem na arrecadação de R$ 97,3 milhões com o IPTU, que já atinge 76,66% do valor lançado para 2017, de R$ 126,9 milhões.

A receita tributária é seguida pela arrecadação com o ISS, IRRF e ITBI, além de taxas, contribuição de melhoria, as receitas patrimonial e de serviços, além das transferências correntes do Estado e da União que, no total, atingiram a soma de R$ 496,9 milhões. O valor arrecadado representa 37,25% sobre a receita orçada para todo ano.
Os números do Relatório Resumido da Execução Orçamentária, do Orçamento Fiscal de 2017, foram apresentados na tarde desta terça-feira, 31, em audiência pública na Câmara Municipal, pelo secretário municipal de Fazenda, Orlando Chiqueto.
Acompanhado do diretor de Contabilidade e Finanças, Marcos Carmona, o secretário detalhou também os valores investidos com despesas de capital – como a aquisição de bens, execução de obras e amortização de dívidas – que atingiram R$ 20,4 milhões, além das receitas correntes, operações de crédito e transferências de capital, que somam R$ 496,9 milhões no quadrimestre. Outros fatores relevantes foram o corte de gastos com o quadro funcional e a realização de pregões eletrônicos que possibilitaram aquisições de equipamentos e materiais com preços menores.

DÍVIDA ZERO
Com os resultados verificados, Chiqueto afirma que nos próximos meses poderão ser investidos mais de R$ 300 milhões pela Prefeitura, em função das contas saneadas, compromissos honrados e da excelente capacidade de endividamento do município.
“Mesmo tomando todo o cuidado necessário no trato do dinheiro público, somos diuturnamente auditados pelo Tribunal de Contas e outros órgãos e entidades de controle. Isso só nos fortalece a manter sempre em zero a dívida que é registrada hoje pelo município e também gerar condições para incrementar mais projetos e ações em benefício da cidade”, assinalou.
Além da maioria dos vereadores, a audiência pública foi acompanhada pelo vice-prefeito Edson Scabora, secretários, diretores e gerentes municipais, além de um bom número de contribuintes maringaenses que compareceu ao auditório da Câmara Municipal. (PMM – Foto Marquinhos de Oliveira/CMM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

5 pitacos em “Município teve superavit superior a R$ 110 milhões no quadrimestre

  1. Não comprou papel sulfite, óleo de cozinha, detergente, suprimento para impressoras, etc, etc, etc.
    Não investiu nada além do que já havia sido contratado na administração anterior.
    Apesar de ter criticado vários contratos firmados pelas administrações anteriores, prorrogou vários deles (SAMA, Elotech, Coopercard, só para lembrar alguns deles)
    Apesar de ter afirmado que iria rever vários contratos e concessões antigas até agora nada fez (TCCC, coleta do lixo, Sanepar, SBMG, etc)

      • é realmente foram muitas cagadas, vamos lá: olha as creches do município, os colégios municipais, as avenidas em torno da Uem, os postos de saúde, etc, etc, etc, aliás esse que acima critica deve ter seus filhos nas creches, ou colégios, vai te catar, o que é ruim devemos criticar e o que é bom tem que ser valorizado.

  2. Antônio da Silva Fagundes diz:

    É… Gestão tem que ter equilíbrio… Está fazendo caixa para quê? Irresponsabilidade fiscal… Sobra mas não faz… Mas uma promessa de campanha cumprida…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>