Menos Médicos

Ricardo Barros

De Débora Bergamasco, no site da IstoÉ:

O governo federal não conseguirá criar as prometidas 11 mil novas vagas em cursos de graduação em medicina previstas para esse ano. Até agora, foram abertas apenas 5,8 mil. Também não conseguirá disponibilizar 12 mil postos de residência médica até 2018 – são hoje 8,5 mil. Estudo sigiloso da Casa Civil apontou que “o ritmo de criação de vagas de graduação em medicina não permite alcançar a meta”.

Aponta ainda que a Comissão Nacional de Residência Médica autorizou a abertura de 2,9 mil novas vagas para residência até 2019, quando a “demanda potencial é de 18 mil”. Outro problema para o Ministério da Saúde, comandado por Ricardo Barros, é que o governo de Cuba suspendeu o envio de novos médicos ao Brasil e alerta para “o risco de redução de 6 mil” integrantes do Mais Médicos. (Foto: Aloísio Maurício)

Angelo Rigon


2 pitacos em “Menos Médicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>