Um projeto ‘animal’

Flavio-Emundo

Uso a palavra animal, no sentido que foi aplicada por Osmar Santos para definir o jogador Edmundo, no auge do Palmeiras nos anos 90, para me referir ao projeto do vereador Flávio Mantovani, aprovado na última sessão da Câmara de Maringá dispondo sobre a implantação de sistema de cadastro digital dos proprietários de imóveis no Portal Acesso Cidadão do Município de Maringá.

Pela proposta, o sistema de cadastro digital deverá conter o nome, o telefone e o e¬mail do proprietário ou possuidor do imóvel e o número da quadra e do lote onde está localizado, além de outras informações que a Administração Municipal julgar convenientes. O objetivo é possibilitar a notificação dos proprietários ou possuidores dos imóveis de forma mais prática, ágil e segura.
Muito bom projeto e com ele o vereador demonstra que não é edil de uma causa só, no caso a animal, mas que tem uma visão ampla moderna e está antenado. Parabéns vereador.
PS: Criticamos, quando entendemos necessário, mas sabemos reconhecer boas ações. Nós gostamos de você, muito mais do que certo colega. Pode crer. Qualquer hora de pergunto, se é verdade, uma coisa que me contou. Parabéns pelo programa, também. Um abraço para o Milton. Nosso respeito.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Começou em jornal aos 14 anos, foi editor-chefe dos três jornais diários de Maringá. Pioneiro em blog político, repórter e apresentador de programa de televisão, apresentador de programa político nas rádios Jornal, Difusora e Banda 1, comentarista das rádios Metropolitana e Guairacá, editor de diversos jornais e revistas, como Umuarama Ilustrado, Correio da Cidade, Expresso Paraná, Maringá M9 e Página 9. Atualmente integra o cast da Jovem Pan Maringá.

21 pitacos em “Um projeto ‘animal’

  1. Bom, essa ideia já foi implantada há quase 2 anos atrás! Tá atrasado o vereador! Esse projeto foi elaborado e desenvolvido por servidores de carreira. Já disponível para cadastramento junto ao site do município. Portanto o nobre edil, poderia:

    ( ) a) Dar crédito aos reais criadores do projeto;
    ( ) b) Oferecer benefícios para que o cidadão se cadastre;
    ( ) c) Não se apropriar de idéias alheias;
    ( ) d) Se desculpar por tamanha falta de respeito.
    ( ) e) Todas as alternativas;

    Resposta Correta: e

    https://isse.maringa.pr.gov.br/portal/#/home
    https://isse.maringa.pr.gov.br/doc/leis/Decreto_1612_2016.pdf
    http://maringa.odiario.com/maringa/2015/07/maringa-lanca-acesso-cidadao-para-servicos-online/1433624/
    http://www.maringa.com/noticias/15224/Portal+de+Servicos+para+o+cidadao+e+criado+para+facilitar+atendimento+online
    http://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2014/12/maringa-lanca-acesso-cidadao-para-informacoes-sobre-imoveis-na-cidade.html

    • Bom, essa ideia já foi implantada há quase 2 anos atrás!
      Tá atrasado o vereador! Esse projeto foi elaborado e desenvolvido por servidores de carreira.
      Já disponível para cadastramento junto ao site do município.
      Portanto o nobre edil, poderia:

  2. AKINO VOCÊ É UM COVARDE, CAMALEÃO, MUDA DE REPENTE.ESSE VEREADOR FLÁVIO VIVE NA CÂMARA METENDO A BOCA NO RIGON.
    E O PROJETO JÁ EXISTE. UMA VERGONHA PARA O FILHO DA MORINGA.

  3. Flávio Mantovani diz:

    Como explicado no post, não inventei o sistema, o projeto cria as regras para ele. O projeto fala sobre obrigatoriedade de cadastro imediato no memento da venda por loteadoras, unificação de login para pessoas com mais de um imóvel e etc. O texto de lei foi desenvolvido pelo diretor de fiscalização Rubens, pelo senhor Marco Antônio da gestão de processos e com emenda do vereador Jean Marques. A parte dos mutirões de cadastramento nos bairros é ideia do prefeito Ulisses Maia.

    • Qual lei me obriga a ter aplicativos e usar, lei abusiva, que qualquer cidadão pode derrubar na justiça, o cidades não e obrigado a pagar internet para ter e-mail ou whattsap e outra coisa reconheça que plagiou a lei, qual o mal em reconhecer que errou, está querendo fazer festa com o chapéu alheio, isso tem nome e o senhor edil sabe como é.

  4. A lei da proibição das carroças ja existe desde 2001 e é do Mario Hossokawa numero 5369/2001. E fazendo justiça o bota cora hoje muito bem aplicado por Ulisses também é do Mario Hossokawa.

    • Flávio Mantovani diz:

      A Lei das carroças do vereador mario hossokawa se limita a proibir veículos de tração animal no quadrilátero central da cidade em horários específicos. A nossa (texto de lei do prefeito Ulisses) proíbe em toda a área urbana, aplica multa, encaminhamento do carroceiro para sasc e etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>