Em meio ao abandono

Busto

O processo de abandono e degradação do prédio do antigo Aeroporto Gastão Vidigal, de Maringá, atinge também a efígie do homenageado, que foi diretor da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, que colonizou a cidade.
A obra foi feita pelo médico e artista plástico Waldemar Prandi.

A efígie é um dos 49 monumentos histórico e/ou artísticos catalogados recentemente pela Secretaria de Cultura de Maringá. Teme-se que o monumento seja vandalizado.

Angelo Rigon


4 pitacos em “Em meio ao abandono

  1. WalterAlexandrno diz:

    O abandono é proposital visando sua demolição, liberando o espaço para o projeto do futuro forum de Maringá. Também não se descarta o repasse do terreno à iniciativa privada, como era a intenção em relação à antiga estação rodoviária.

  2. Tiuzim da Roçadeira diz:

    Cobrar o ressarcimento aos cofres públicos do valor pago pelo aluguel da Av. Colombo onde hoje se encontra a Setrans, mover ação de improbidade contra o sr. Pupim que é o responsável por essa lavagem de dinheiro descarada e solicitar tb o custeio da reforma do antigo prédio que foi abandonado na sua gestão.

  3. o povo se esquece muito rápido das coisas, votaram no ulisses porque iria diminuir os ccs, pois bem, ele fez isto, porém os que entraram nenhum ganha menos que 3.000 mil reais, antigamente a maioria dos ccs ganhavam 1.970,00 reais, vamos falar mais desse assunto Rigon/Akino, publiquem o que gastavam e o que atualmente gastam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>