Reajuste e compromisso

A propósito da decisão de hoje do funcionalismo público municipal: os servidores aceitaram os 5,13% de reajuste, porém, com o compromisso da administração de discutir duas questões no orçamento deste ano.
São elas:

retroativo das perdas de 2016, referente ao parcelamento da inflação; e previsão orçamentária de recursos para dar ganho real aos servidores em 2018.

Angelo Rigon


6 pitacos em “Reajuste e compromisso

  1. José Carlos Martins diz:

    Cambada de povo manipulado sem cultura quero ver reclamar daqui um ano ,vendidos igual o bolsa família depois chora e nos teremos que pagar junto.

    • Está de bom tamanho…
      Tiveram um Vale Alimentação de R$200,00 (que os barros NUNCA deram, mesmo a burra estando cheia), vão ter os dias de greve do ano passado (DESCONTADOS, mesmo tendo sido negociada a reposição, com testemunhas de todos os vereadores e jornalistas) … Agora (que é Ulisses) serão PAGOS: dois dias em dinheiro e três dias em férias…
      Terão garantida a Lei contra Assédio Moral…
      Terão garantida formação de comissão para atualização do Plano de Carreira…
      Está de bom tamanho…
      Ano que vem são outros quinhentos, pois para esse ano não foi garantido no orçamento dos barros NEM a inflação…
      Ufa… Ainda bem que os barros não ganharam as eleições… Senão estavam fuuuuuu….

  2. bom, para os servidores municipais.

    eqto isso no estadual, os professores estão passando um bocado…

    os servidores públicos estaduais em geral sempre tiveram que lutar muito para receberem um reajuste, e nos últimos anos tem se tornado pior, exceto alguns que são braço direito.

  3. Enquanto isso servidores estaduais não tem nenhuma garantia de sequer receberão a reposição da inflação pois o governo Richa não costuma honrar compromissos assumidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>